[Argentina] Migrações e xenofobia

Como uma mancha de óleo, a xenofobia se expande em diferentes latitudes. Vários países da Europa Ocidental e Central colocam barreiras para aqueles que fogem das guerras e da fome. Um número considerável de grupos familiares da Ásia e da África é desmembrado.

Além de serem estigmatizadas, essas pessoas são, em muitos casos, confinadas, segregadas e até assediadas por grupos racistas e filonazis. Essas campanhas de ódio racial erguem líderes políticos que conseguem seduzir com seus infames discursos e ações.

O líder da principal potência do Norte, EUA, usou a perseguição de imigrantes e reprimiu com bombas de gás lacrimogêneo a caravana que chegava da América Central, cujo destino é incerto.

A história da humanidade é a história dos imigrantes. Isso tem sido assim desde a pré-história.

As fronteiras são barreiras absurdas inventadas pelos poderosos para dominar e culpar de todos os males aqueles e aquelas que são marginalizados pelos sistemas econômicos, sociais e políticos.

Nenhum ser humano é estrangeiro. Somos todos habitantes do mundo. O racismo foi, é e será o álibi para a persistência das injustiças.

Carlos A. Solero

Segunda-feira, 26 de novembro de 2018

agência de notícias anarquistas-ana

Lua cheia.
Me dá, me dá!
Chora a criança.

Issa

Leave a Reply