[Grécia] Mais de uma tonelada de frutas, verduras e azeite de oliva orgânico de Creta para Exarchia e coletivos arredores

A solidariedade é nossa arma!

Esta semana, acabamos de completar o último ato planejado pela caravana de solidariedade de fevereiro a março de 2019. Como de costume, ao final de cada caravana, trouxemos de Creta um furgão cheio de alimentos de qualidade à nossa Resistência coletiva e solidária de Ática. Alguns destes produtos foram oferecidos pelos camponeses em solidariedade com nossas lutas (uma quarta parte da carga). O resto foi comprado a um preço de camaradas graças a uma provisão fornecida pela assembleia da última caravana (do orçamento do filme “Amor e Revolução” e doações).

Agradecemos de novo aos que nos ajudaram a ter êxito neste desafio: não só 26 furgões cheios da França, Suíça e Bélgica, mas também uns 27 dos férteis vales de Creta. No total, superamos as 30 toneladas de alimentos e materiais úteis trazidos.

 Entrega global em Atenas e Pireu esta semana:

130 kg de pepinos; 160 kg de tomates; 75 kg de cenouras; 125 kg de berinjelas; 129 kg de abobrinhas; 152 kg de laranjas; 81 kg de morangos (135 bandejas de 600 g); e 180 litros de azeite de oliva. Total: 1032 kg (quase a capacidade máxima do furgão).

Destinatários: 7 coletivos, 15 ativistas em dificuldade e 12 famílias muito precárias. Áreas: Pireu e especialmente Atenas (Kerameikos, Metaxourgeio, Exarchia, Victoria, Gizi, Kypseli). A metade desta entrega foi enviada a dois coletivos.

 Para a okupa Notara 26 em Exarchia:

24 kg de pepinos; 34 kg de tomates; 20 kg de cenouras; 30 kg de berinjelas; 25 kg de abobrinhas; 37 kg de laranjas; 22 kg de morangos (36 bandejas de 600 g) e 45 litros de azeite de oliva. Total Notara: 237 kg.

Para a cozinha social “O Outro Humano” em Kerameikos:

10 kg de pepinos; 24 kg de tomates; 24 kg de cenouras; 30 kg de berinjelas; 30 kg de abobrinhas; 25 kg de laranjas; 16 kg de morangos (27 bandejas de 600 g); e 40 litros de azeite de oliva. Total cozinha social: 199 kg.

Por causa de nossa visita, também pagamos a metade do aluguel da cozinha social para os próximos 4 meses, ou 1.200 euros (300 euros para maio, junho, julho e agosto). A coleta se encontra atualmente no nível de 290 euros por mês, depois de uma queda a 225 euros, inclusive mediante a mobilização de vários membros da última caravana. Se realmente querem unir-se a nós neste esforço (5 euros/mês por exemplo), entre em contato com solidarite@anepos.net.

Ontem também enviamos uma nova soma de dinheiro para os gastos do processo ao grupo anarquista Rouvikonas. De fato, a Caixa de Resistência para o Rouvikonas agora é de 4.486 euros: e 3.161 euros desta Caixa de Resistência já tinham sido enviados (1.300 no ano passado e 1.861 em abril) em paralelo com o importante apoio da última caravana ao Rouvikonas. Recordemos que isto ajudou a prevenir o encarceramento do co-fundador do Rouvikonas, enquanto que os canais de televisão já anunciaram seu eminente confinamento por um mínimo de 15 meses.

Esta solidariedade internacional provocou o assombro da mídia grega no mês passado. Os pacotes de alimentos também foram enviados aos ativistas mais necessitados, e os morangos de Creta trouxeram cordialidade às assembleias esta semana em Exarchia.

Também cabe destacar que a cozinha social, em Kerameikos, nos pediu que mandássemos uma furgoneta completa de comida excedente (cereais para crianças e sacos de dormir) para Exarchia, particularmente para os exilados da Notara 26. Outro exemplo mais que demonstra que os coletivos atenienses só recebem o que realmente necessitam e não duvidam em pedir-nos que adequemos e mudemos suas moradias de um lugar a outro conforme as emergências. Se queres saber mais sobre nossas ações, filmes e comboios de solidariedade, ou inclusive vir conosco, ou apoiar-nos, clique aqui¹.

Agradecemos também a Nikos, Vassilis, Alexia, Giannis, Aquiles, Lucas, Daouda, Mimi e Bûche que nos ajudaram de diversas maneiras desde que colhemos e carregamos os furgões em Creta até a viagem de entrega em Pireu e Atenas. Nossos coletivos e nós mesmos não queremos que a ajuda do governo ou seus valetes atuem. Temos um só objetivo: tomar nossas vidas em nossas mãos, em ajuda e resistência mútua, ante o desastre desta sociedade, que deve ser completamente reconstruída.

Maud e Yannis Youlountas

Sábado, 11 de maio de 2019

[1] http://lamouretlarevolution.net/spip.php?rubrique15

Fonte: http://blogyy.net/2019/05/11/plus-dune-tonne-de-fruits-legumes-et-huile-dolive-bio-de-crete/

Tradução > Sol de Abril

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/02/26/grecia-caravana-solidaria-libertaria-ja-chegou-a-exarchia/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/05/31/franca-grecia-caravana-anarquista-solidaria-nos-passaremos/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/11/19/grecia-caravana-anarquista-solidaria-internacionalista-ja-chegou-a-exarchia-em-atenas/

agência de notícias anarquistas-ana

Lanternas quebradas
pirilampos precavidos
não vagam na noite.

Urhacy Faustino

Leave a Reply