[Cuba] Carta ao Governo da República de Cuba, dos estudantes e professores universitários

Alguns dias atrás o portal oficial do Ministério da Educação Superior e Cuba Debate publicaram o texto “Ser professor universitário” da vice primeira ministra dessa instituição Martha Mesa Valenciano. No mesmo, sua autora concluía “Quem não se sinta ativista da política revolucionária de nosso Partido, um defensor de nossa ideologia, de nossa moral, de nossas convicções políticas, deve renunciar a ser professor universitário.”

Apesar da inédita avalanche de críticas que gerou dito texto em uma parte importante da sociedade cubana, incluídos professores e estudantes universitários, o Governo cubano não apresentou até agora nenhuma comunicação que o distancie deste pronunciamento que faz aberta apologia da discriminação.

Ante tal silêncio, nós, estudantes, professores e cidadãos manifestamos nosso rechaço a que o direito universal à educação, ao trabalho e à proteção contra toda forma de discriminação consagrados na Constituição cubana, continue sendo violado nas universidades do país com cada pessoa expulsa pelas mesmas razões políticas.

As palavras da vice ministra vulneram a recém aprovada Carta Magna. Também desconhecem os artigos 18 e 19 do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, a Declaração Mundial sobre a Educação Superior no Século XXI e outros tratados e convênios no âmbito educativo que reconhecem a liberdade acadêmica e a autonomia universitária como condições indispensáveis para uma universidade de qualidade, plural, comprometida socialmente, democrática e inclusiva.

Ante o aumento de medidas discriminatórias e punitivas para com os professores e estudantes por motivos políticos que se viveu nos últimos anos nas universidades cubanas, e a possibilidade de que um documento empobrecedor eticamente possa servir de base para institucionalizar a comissão de atos lesivos aos direitos humanos, reclamamos ao governo cubano o cumprimento da legalidade de nosso país, os protocolos e pactos internacionais dos quais faz parte e que honre sem distinções, nem condicionamentos, os princípios humanistas nos quais deve fundar-se a educação superior.

>> Assine o abaixo-assinado aqui:

https://www.change.org/p/gobierno-de-cuba-carta-al-gobierno-de-la-rep%C3%BAblica-de-cuba-por-estudiantes-y-profesores-universitarios-3ddf573a-67da-44fa-b50f-7c7725e7d47c?recruiter=74294063&utm_source=share_petition&utm_medium=facebook&utm_campaign=psf_combo_share_abi&utm_term=share_petition&recruited_by_id=66fc0028-c5e8-4d06-bcf4-80058f5e4fda&utm_content=fht-17591736-es-es%3Av5

Tradução > Sol de Abril

agência de notícias anarquistas-ana

Na noite escura
um mar de espuma
chama pela lua

Eugénia Tabosa

Leave a Reply