[São Paulo-SP] Mantida condenação de ex-skinhead que esquartejou tia

O réu deverá cumprir 20 anos e um mês de reclusão, em regime inicial fechado.

A 15ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve júri que condenou réu acusado de asfixiar e esquartejar a tia e depois esconder o corpo na geladeira da casa onde os dois viviam. O crime foi considerado homicídio qualificado por motivo torpe, emprego de meio cruel e feminicídio no âmbito da violência familiar e doméstica, também considerada no cálculo da pena a ocultação do cadáver. O réu deverá cumprir 20 anos e um mês de reclusão, em regime inicial fechado.

O motivo do crime teria sido uma discussão entre o réu e a tia. Os restos mortais da mulher, divididos numa mala e em sacos plásticos, foram guardados numa geladeira por quase dois meses. O homicídio foi descoberto a partir da desconfiança do irmão da vítima, pai do acusado, diante do desaparecimento da mulher e das respostas evasivas do filho.

Fonte: https://www.jornaljurid.com.br/noticias/mantida-condenacao-de-ex-skinhead-que-esquartejou-tia

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2016/08/08/sao-paulo-sp-justica-manda-ex-skinhead-a-juri-por-cortar-e-congelar-tia-em-geladeira/

agência de notícias anarquistas-ana

vazio agudo
ando meio
cheio de tudo

Paulo Leminski

2 responses to “[São Paulo-SP] Mantida condenação de ex-skinhead que esquartejou tia”

  1. Amanda Albuquerque

    E não vão citar que ele estava livre já tendo praticado um homicídio, do meu amigo Johni Galanciak? Vale a pena deixar claro que se ele tivesse sido preso, e tivesse obtido uma pena justa por esse homicídio, ele não estaria livre para praticar o segundo homicídio com a sua tia. A justiça falha é culpada por isso.

  2. Kleber

    Eu tenho uma raiva desses tipos tipos assim que sujam a imagem do verdadeiro skin Head tem que tomar um cara desses na rua e descer a facada

Leave a Reply