[Reino Unido] A “Grande Publicação Anarquista” que está ajudando os sem-teto em Bristol em meio à crise

“Pudemos ver um aumento maciço no número de pessoas sem-teto nas ruas”

Em meio a um tempo incerto para centenas de pessoas desabrigadas em Bristol, uma revista descrita como a “Grande Publicação Anarquista” está servindo como uma tábua de salvação para os necessitados.

Dope, um jornal trimestral, foi lançado na primavera de 2018 por Craig Clark, um anarquista de 37 anos, com sede em Londres.

A revista é distribuída para pessoas sem-teto em todo o país para vende-las nas ruas, com uma variedade de pessoas desde aqueles que dormem nas ruas até pessoas pedindo asilo coletando o jornal gratuitamente.

Fornecedores em várias cidades, incluindo Bristol, vendem-na pelo preço de capa de £ 3 e mantêm os lucros.

Em entrevista à Bristol Live, Craig disse que iniciou o projeto depois de ficar desalentado com o crescente problema das pessoas sem-teto perto de onde ele trabalhava, em uma editora chamada Dog Section Press, sediada na mais antiga editora anarquista do mundo.

“Os problema da falta de moradia era chocantemente visível fora de nosso escritório e estava visivelmente piorando”, disse ele.

“Começamos a dar as revistas para as pessoas desabrigadas locais na área, apenas como uma experiência.

‘Nós pensamos que seria uma boa maneira de distribuir a revista para as pessoas e isso acabou sendo realmente popular.’

Desde então, a Dope foi distribuída a vendedores em quase 20 cidades do Reino Unido. Em Bristol, é distribuída pela People’s Republic of Stokes Croft (República Popular de Stokes Croft).

Craig continuou dizendo que a distribuição da revista é especialmente importante no momento que muitas pessoas enfrentam futuros incertos devido aos impactos da crise do coronavírus.

O esquema ‘Everyone In (Todos incluídos)’ viu cerca de 260 pessoas que estão desabrigadas ou que dormem nas ruas colocadas em alojamentos de emergência em hotéis em Bristol, como parte de uma resposta do governo e do Conselho contra a pandemia.

Em Maio, O Conselho da Cidade de Bristol convocou universidades, proprietários privados e outros do setor imobiliário para ajudar a fornecer casas em meio a preocupações de que o esquema estava chegando ao fim.

“As pessoas provavelmente voltarão às ruas em breve e pudemos ver um aumento maciço do problema da falta de moradia”, disse Craig.

“Também haverão muitas perdas de emprego, muitas pessoas que tiveram a renda reduzida e pessoas que enfrentam despejos, então será uma tempestade perfeita.”

A revista ajuda as pessoas, porque ela lhes dá uma maneira de serem vistas por outras pessoas. É importante, ser visível. Os fornecedores dizem que isso lhes dá oportunidade.

Com suas capas ousadas e estética limpa, a Dope se mostrou imensamente popular em Bristol e frequentemente vende todas as centenas de cópias distribuídas na cidade.

No total, a circulação da Dope aumentou de 1.000 em 2018 para 20.000 em 2020 em todo o país e Craig quer continuar ajudando o maior número de pessoas possível.

“Bristol é uma cidade bastante aberta, mas tentamos garantir que os artigos sejam o mais acessível possível”, disse Craig.

“Tentamos manter assuntos amplos e usar muitos trabalhos de arte para mantê-la atraente. Como a falta de moradia aumenta ano a ano, há muito mais que podemos fazer”.

Para se envolver na distribuição da revista, você pode visitar o site da Dope aqui (dogsection.org).

Fonte: https://www.bristolpost.co.uk/news/bristol-news/anarchist-big-issue-thats-helping-4311466

Tradução > A. Padalecki

agência de notícias anarquistas-ana

Parou de chover:
No ar lavado, as árvores
Parecem mais verdes.

Paulo Franchetti

Leave a Reply