[EUA] Entre a espada e a parede

Por Mumia Abu-Jamal | 28/08/2020

Enquanto os dois principais partidos políticos competem pela supremacia nesta temporada política atual, há muito mais em jogo que a simples democracia.

A América Negra enfrenta opções inconclusas que são cada vez menos claras. Trump se revela como um ogro, a ameaça fundamental às vidas dos Negros, um racista. Seu adversário, Biden, parece ser um amigo, dado seu papel anterior de co-piloto para o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, Obama.

Mas disse Shakespeare: “O mundo é um cenário e os homens e mulheres são só atores”. Quando Biden subiu ao nojento pódio da política nos anos 90, sua ambição o levou a sacrificar o futuro de milhares, dezenas de milhares, de jovens, ao enviá-los a prisões para adultos com sentenças de cadeia perpétua. Quase todos eram Negros e Morenos.

Biden se define como o candidato da empatia, mas só um tipo sem coração pode condenar moças e moços a passar a eternidade em uma cela.

Então o mais aconselhável é considerar os dois candidatos com muita cautela. Aos dois se pode perguntar: As vidas negras na realidade importam?

Trump, demonizado na mídia, parece ser intolerável. Os antecedentes legislativos de Biden são pouco conhecidos, exceto por alguns jornalistas e acadêmicos. Nenhum dos candidatos tem uma história admirável a respeito das pessoas negras, muito pelo contrário.

Aos participantes nos movimentos cabe exigir clareza e políticas reivindicadas pelas pessoas negras. O que os anos de Obama nos ensinaram é que as esperanças e emoções não bastam.

Desde a nação encarcerada, sou Mumia Abu-Jamal.

Tradução > Sol de Abril

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/06/08/reino-unido-noam-chomsky-ex-lideres-do-sds-apoiam-biden/

agência de notícias anarquistas-ana

O gato, ao acordar,
Com um grande bocejo
Vai namorar.

Issa

Leave a Reply