[Grécia] Vídeo | Moria, Lesbos: 2.000 imigrantes protestam com apenas uma demanda. Liberdade (Azadi)

Na tarde de 11 de setembro de 2020, dois dias após a destruição por fogo do infernal e superlotado campo de refugiados de Moria na ilha de Lesbos, cerca de 2.000 imigrantes decidiram protestar com apenas uma demanda. Liberdade. (A palavra foi gritada em muitos idiomas diferentes, mas o que você ouve principalmente no vídeo é a palavra “Azadi” gritada ritmicamente.

Durante 2 dias, quase 13.000 imigrantes estiveram espalhados pela ilha, dormindo na rua à beira da estrada ou mesmo em cemitérios, sem comida ou assistência médica, proibidos de sair da ilha de Lesbos e sob restrições de movimento para se aproximar da cidade de Mitilene, bloqueada por centenas de policiais e sob ameaça de vigilantes fascistas locais, os imigrantes se recusaram a ser realocados para um novo campo de concentração que está sendo preparado em um antigo campo de tiro do exército de 128 acres na área de Kara Tepe.

Na mesma noite daquele dia, um protesto antifascista em solidariedade aos imigrantes na cidade de Mitilene foi fortemente atacado por policiais de choque em plena coordenação com os fascistas.

>> Veja o vídeo (01:39) aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=GWiStIgE2p4&fbclid=IwAR1eD9nVXLxuX2d4xKgWic1t2KLjmbKfZV8heLw3W-LC9PY3ZBHPZ1kiBKE

Tradução > A. Padalecki

agência de notícias anarquistas-ana

de tantos instantes
para mim lembrança
as flores de cerejeira.

Matsuo Bashô

Leave a Reply