[Grécia-Alemanha] Ataques antiterroristas em casas de anarquistas em Berlim e Atenas

Hoje, quarta-feira, 16 de setembro, a Polícia Federal Alemã (BKA) invadiu duas casas em Atenas, com a ajuda da polícia antiterrorista grega. Eles entraram nas casas dos companheiros no centro de Atenas ao mesmo tempo que cinco casas estavam sendo invadidas em Berlim, assim como a biblioteca anarquista Kalabal!K em Berlim (Kreuzberg). O motivo alegado para a invasão foi que as autoridades alemãs estão conduzindo uma investigação e acusando um grupo de companheiros de formar uma organização criminosa em 2016, com o objetivo de organizar confrontos e ataques contra a polícia e outros alvos. Os companheiros são acusados ​​de vários incidentes, como a organização de um acampamento no verão de 2017, a organização de conflitos em Hamburgo durante a cúpula do G20, há 3 anos, ou a ocupação de uma fábrica vazia em Berlim.

Em Atenas, 5 companheiros foram transferidos para a GADA (Direção Geral de Segurança de Atenas) após a invasão. Os 3 seguirão de carro amanhã (17/09), às 12h, para o Tribunal de Justiça de Evelpidon, por porte ilegal de spray de pimenta. Os outros dois foram soltos. Os dois, que foram libertados, são acusados ​​no julgamento envolvendo o despejo da ocupação Gare, que terá sua primeira audiência nesta sexta-feira, 18 de setembro.

A operação policial de hoje ocorre em meio à crescente pressão sobre o movimento autônomo em Berlim. Poucas horas antes da invasão de hoje, a ocupação anarquista-feminista-queer Liebig34 em Berlim recebeu uma ordem de despejo do Estado. O despejo está previsto para 9 de outubro e os companheiros afirmaram que haverá resistência.

Solidariedade com os companheiros perseguidos!

• Amanhã, quinta-feira, 17 de setembro, às 12h, concentração em frente ao Tribunal de Justiça de Evelpidon pelos 3 camaradas que foram detidos por porte de armas.

• Sexta-feira, 18 de setembro, às 12h00, presença no Tribunal de Justiça de Evelpidon, edifício 12, sala 1, para o julgamento do 1ª despejo da ocupação Gare.

agência de notícias anarquistas-ana

sinto um agudo frio:
no embarcadouro ainda resta
um filete de lua

Buson

Leave a Reply