Repressão na Bielorrússia em agosto de 2021

 Já se passou mais de um ano desde o início dos protestos na Bielorrússia, causados por eleições falsas. Muitos de nossos camaradas foram colocados atrás das grades, muitos tiveram que fugir do país, a atividade pública é prejudicada não apenas para os anarquistas, mas para todas as associações e grupos dissidentes. Abaixo você verá uma breve atualização sobre a situação com as repressões na Bielorrússia, com foco nos anarquistas e antifascistas. Tentaremos lançar essas atualizações no final de cada mês.

 Repressão contra anarquistas e antifascistas

Mais quatro anarquistas foram presos por acusações criminais de participação nos protestos de agosto-setembro do ano passado. Aleksandr Belov e Evgeny Rubashko foram detidos em 29 de julho e colocados sob custódia nos 10 dias seguintes. Eles foram espancados para extorquir confissões e senhas para seus dispositivos. O colega de apartamento de Evgeny foi preso por 14 dias por obstrução e mais tarde deportado da Bielorrússia com uma proibição de entrada de 7 anos.

Dois anarquistas com o mesmo nome – Artiom Solovey – foram detidos em 4 de agosto. Ambos foram posteriormente acusados de violação grosseira da ordem pública durante protestos.

Nos dias 4 e 11 de agosto, a polícia revistou mais de 10 apartamentos e deteve 9 ativistas que foram presos por obstrução e passaram por uma detenção de 10 a 15 dias. Um deles, Ilya Senko, foi preso novamente por mais 15 dias por se recusar a testemunhar contra si mesmo. Sua casa foi revistada duas vezes este mês. Em 3 de setembro ele foi solto.

O antifascista de Brest Denis Zhuk foi condenado a quatro anos de prisão por participação em motins em massa.

Os anarquistas também são pressionados na prisão. Mikita Yemelyanau e Artiom Solovey foram colocados em uma cela de punição por 7 dias. O antifascista Igor Bancer  já passou 30 dias na segregação administrativa. Todos eles têm um distintivo especial dizendo que são propensos ao extremismo, portanto, mais atenção dos guardas. Os antifascistas Timur e Tamaz Pipiyas  relataram ausência total de cartas após o veredicto.

Os partidários anarquistas Ihar Alinevich, Dzmitry Dubouski, Dzmitry Rezanovich, Sergey Romanov foram apresentados às acusações finais e começaram a examinar os arquivos do caso. As acusações são desconhecidas devido à declaração de sigilo dos advogados. O julgamento é esperado em alguns meses.

ABC-Bielorrússia apoia anarquistas e antifascistas que sofrem com a perseguição. Você pode doar usando os detalhes de transferência nesta página https://abc-belarus.org/?page_id=8661&lang=en

Repressão em geral

Em agosto, o Estado finalizou a repressão contra a mídia independente, defensores dos direitos humanos e ONGs. Agora todas as ONGs foram fechadas ou estão em processo de fechamento.

Nossa lista de manifestantes presos e perseguidos chega a mais de 1000 pessoas. O maior escândalo agora são as autoridades bielorrussas trazendo iraquianos e outros imigrantes para o país e apoiando-os na travessia das fronteiras europeias. É por isso que a Lituânia, a Letônia e a Polônia começaram a construir uma cerca de arame ao longo da fronteira. Alguns migrantes estão presos na zona neutra, com guardas de fronteira europeus e bielorrussos não permitindo que eles entrem em nenhum dos lados.

Há relatos de que a tortura é usada em centros de detenção temporária onde são detidos administrativamente – as pessoas não recebem lençóis ou colchões, são privadas de sono e envenenadas com cloro que é colocado no chão. Eles não recebem nenhuma cota de comida de fora.

Pessoas que são enviadas para cumprir suas penas denunciam maus tratos e punições. Os advogados não podem ver seus clientes por semanas, parentes estão preocupados. Quando os condenados tentam apelar, suas sentenças às vezes se tornam mais severas.

Os julgamentos de políticos importantes e “perigosos para o regime” são fechados ao público. Vários presos políticos foram libertados este mês após assinarem a petição de perdão.

Pessoas que trabalham para empresas estatais relatam demissões em massa daqueles que participaram dos protestos de qualquer forma. Famílias com histórico de protestos estão sujeitas a inspeções de controle infantil.

136 pessoas foram condenadas por acusações políticas somente em agosto.

O que acontece com o protesto?

Em geral, a maioria das pessoas agora tem medo de fazer protestos de rua, então, principalmente, a atividade se limita a ações simbólicas menores nos bairros. Ao mesmo tempo, muito trabalho é dedicado à pressão internacional sobre o regime, como cancelamento de eventos esportivos, banimento da Bielorrússia da Eurovision, pressão sobre as empresas para que não cooperem com o regime. Equipes especiais estão trabalhando em colaboração com funcionários públicos de diferentes instituições que desejam mudanças, ou tentando unir todos os trabalhadores e prepará-los para uma greve nacional.

A oposição anunciou um Plano de Vitória que envolve pessoas que não apoiam o regime se registrem como manifestantes prontos para agir e fornecer detalhes sobre sua ocupação, etc. Os iniciadores esperam obter um grupo de pessoas de todas as esferas da vida para, mais tarde, formar grupos de afinidade com base em locais de trabalho ou habilidades comuns.

Um grupo chamado CyberPartisans reivindicou alguns ataques de hackers a e-mails oficiais, sites e servidores de agências governamentais. Eles vazaram informações pessoais de policiais e agentes da KGB, gravações de vídeo de centros de detenção, etc.

ABC-Bielorrússia apoia anarquistas e antifascistas que sofrem com a perseguição. Você pode doar usando os detalhes de transferência nesta página https://abc-belarus.org/?page_id=8661&lang=en

Fonte: https://abc-belarus.org/?p=14318&lang=en

Tradução > Da Vinci

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/27/servicos-especiais-da-ucrania-ajudam-o-regime-de-lukashenko-a-reprimir-anarquistas-na-bielorrussia/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/23/bielorrussia-antifascista-detido-e-condenado-a-servir-18-meses-de-trabalho-forcado-por-uma-performance-de-rua/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/15/atualizacao-da-situacao-das-repressoes-na-bielorrussia-em-junho-de-2021/

agência de notícias anarquistas-ana

As cebolinhas
Lavadas e tão brancas —
Que frio!

Bashô

Leave a Reply