[Chile] Lançamento: “Louis Lingg. Já o devem saber pelos estrondos. Memória insurreta: Origens do 1º de Maio e a vida de um dos seus protagonistas”

Os eventos que ocorreram em 1886 e 1887 em Chicago, Estados Unidos, abalaram a ordem mundial. As grandes greves e manifestações desencadeadas pela batalha de uma jornada de trabalho de oito horas culminaram com os distúrbios em Haymarket, onde oito policiais morreram após o lançamento de um artefato explosivo.

O Estado responde processando oito anarquistas, condenando à morte vários deles que serão conhecidos mundialmente como “Os Mártires de Chicago”. Esses acontecimentos serão lembrados internacionalmente mediante as jornadas de primeiro de maio como “Dia Internacional dxs Trabalhadorxs”.

Neste livro, resgatamos a história de Louis Lingg, um dos anarquistas de ação mais esquecidos durante esse processo, que decidiu rejeitar a sentença de morte ao cometer suicídio com explosivos na prisão um dia antes de sua execução.

Repito que sou inimigo da “ordem” atual e repito também que, com todas as minhas forças e enquanto me restar um alento, vou combater (…) digo-lhes: Desprezo-os!; desprezo a sua ordem, as suas leis, a sua força, a sua autoridade! Enforquem-me!” – Louis Lingg

Louis Lingg. Ya lo sabrán por los esturendos. Memoria insurrecta: Origenes del 1 de mayo y la vida de uno de sus protagonistas

Preço: 4.000

Autor: Anônimo/Colecciones Memoria Negra

Páginas: 192

coleccionesmemorianegra.wordpress.com

agência de notícias anarquistas-ana

Quando a chuva pára
Por uma fresta nas nuvens
Surge a lua cheia.

Paulo Franchetti

Leave a Reply