[Chile] Chamado urgente à solidariedade com o prisioneiro subversivo autônomo Juan Aliste Vega

A seguir, compartilhamos o relato do prisioneiro subversivo autônomo Juan Aliste Vega que contém, essencialmente, os detalhes do seu estado de saúde atual.

No dia 16 de dezembro de 2017 de forma fortuita sofro uma convulsão, caindo no chão com perda de memória. Na sequência fui encaminhado ao Hospital Penitenciário, onde me fizeram exames de sangue, urina e cardíaco. Nesse mesmo dia me dão uma ordem médica para ser tratado por um neurologista em um Hospital ou Clínica externos.

Depois de quase 80 dias, em 6 de março de 2018 fui atendido no hospital San Borja Arriarán por um neurologista, que logo após encaminhar os exames de eletroencefalograma, eletrocardiograma e escâner cerebral, concluiu com um diagnóstico de Epilepsia Secundária, gerada por malformação arteriovenosa produto de golpes recebidos, sem poder medir o tempo dessa malformação arteriovenosa.

O médico indicou um tratamento primário com um anticonvulsivante chamado Levetirasetam e em conjunto a um neurologista e um neurocirurgião definirão a forma de realizar uma intervenção intravascular como primeiro passo para evitar o crescimento dessa malformação para depois intervir, com microcirurgia, do lado direito do cérebro onde se encontra a dita malformação venosa.

Os prazos para essas intervenções são estimados entre um e dois meses, isso porque se indica como urgente pelo alto risco para minha vida e minha saúde, mais ainda nas condições de refém do estado na qual já me encontro há mais de oito anos.

No momento tenho a proibição absoluta de prática esportiva e de todo movimento brusco que gere risco de pancada na cabeça, e que devo manter repouso, ainda que seja evidente que nas circunstâncias de aprisionamento vivido isso é impossível.

É uma luta contra o tempo.

Atualmente enfrentamos um combate pela vida e pela saúde do nosso compa. As sequelas de uma vida em guerra são evidentes, os distintos períodos em prisão desde 1991-2001, 2002-2003, 2010 até hoje vão deixando marcas permanentes no corpo de Juan, que hoje está em um momento crucial de sua vida, para o qual, inevitavelmente, necessitamos a solidariedade concreta de todxs que, em qualquer lugar do mundo, possam contribuir nessa “urgente campanha pela vida e pela saúde de Juan Aliste”.

São momentos que nos exigem disposição e entrega sincera de todxs aquelxs que trilhamos o mesmo caminho de luta pela Liberação Total do nosso irmão.

Fazemos um fervoroso chamado a estar presente. Resolver os altíssimos custos das operações que deve realizar são nossa urgência imediata, já que os prazos são curtos e não temos tempo a perder. No mesmo sentido fazemos um chamado a multiplicar as instâncias multiformes e insurretas de apoio e solidariedade de forma autônoma com o companheiro, um chamado a permanecer atento a sua situação e os possíveis obstáculos que se aproximam.

Cada um pode ajudar com o que seja necessário, mas sem deixar lugar a dúvidas, é momento de estar, sem desculpas e ambiguidades: pela vida de nosso irmão.

Pela vida e saúde de Juan: fraternidade, cumplicidade e solidariedade!

Familiares, amigxs e companheirxs de Freddy, Marcelo e Juan.

> Deixamos as indicações para apoio em dinheiro <

Depósito bancário em dólares:

Conta corrente 013_01_00747_3

Banco BICE, Marianela Leontina Salinas Aravena, RUT 8.719.216_4 com o código swift : BICE CL RM.

Código SBIF: 028

Cada transferência tem uma taxa de 30 dólares, guardar os comprovantes de envio e mandar mensagem ao e-mail: c.verdugo.sa@gmail.com

Para fazer o envio de dinheiro por Western Union escrever ao e-mail, para receber a info de como e a quem transferir.

Esse tipo de transação tem um custo proporcional ao montante enviado.

Qualquer outra dúvida consultar o e-mail em questão.

agência de notícias anarquistas-ana

Sonha o mendigo
Entre sacos de lixo
E flores de ipê

Edson Kenji Iura

Leave a Reply