[Espanha] Campanha para financiamento do livro “Kafka anarquista. O anatomista do poder”

por LaMalatesta – livraria/editora libertária

Kafka era um anarquista? Esteve relacionado com os círculos anarquistas de Praga? Que relação o seu trabalho tem com a anarquia? Todas estas questões e algumas mais são tratadas neste trabalho de Costas Despiniadis.

Queremos editar este livro com o seu apoio através de uma campanha de financiamento coletivo: https://www.goteo.org/project/kafka-anarquista

Neste livro se destaca a dimensão política-anarquista dos escritos de Kafka e se investiga por que a crítica oficial silenciou este fato, e também a razão pela qual muitos de seus biógrafos velaram sua correspondente vinculação com círculos anarquistas de Praga.

Se analisam seus romances e contos (O Processo, O Castelo, A Transformação, Na Colônia Penal, O Desaparecido, A Obra), que provam que foi um crítico incisivo do poder, da burocracia, do capitalismo, da lei, do patriarcado e das prisões.

Além disso, por meio de uma pesquisa minuciosa de seus Diários, de suas biografias, bem como as memórias de amigos e pessoas que o conheceram, demonstram seu envolvimento nos círculos anarquistas de Praga entre 1909 e 1912.

Sobre o autor

O escritor, tradutor e editor Costas Despiniadis nasceu em 1978, na Grécia. Desde 2001, dirige a editora Panoptikón e a revista do mesmo nome. Como tradutor e editor, trabalhou em várias editoras. Alguns de seus textos foram traduzidos para o francês, inglês, alemão, búlgaro e macedônio.

Ele é o autor dos livros Franz Kafka: o anatomista do poder (ensaio, 2007, 2013, 2018), Guerra e Segurança (ensaio, 2008), Noites que cheiram a morte (histórias, 2010), Saída de emergência (ensaios, 2016) e Selba (poemas, 2017), todos publicados pela Panoptikón.

Traduções de alguns dos seus livros para outros idiomas:

Nuits qui exhalaient la mort, tradução de Christine Frat, Ouapiti-Panopticon, 2013. Kafka et les anarchistes, Insubordination, intransigeance, refus de l’autorité, tradução de Christine Frat, Atelier de Création Libertaire, 2018. Franz Kafka. The Anatomist of Power, tradução de Stelios Kapsomenos, Black Rose Books, 2018. Noches que olían a muerte, tradução de Mario Domínguez Parra, Ouapiti-Panopticon, 2018.

Fonte: http://lamalatesta.blogspot.com/2018/12/kafka-anarquista-el-anatomista-del-poder.html

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/10/17/franca-lancamento-kafka-e-os-anarquistas-insubordinacao-intransigencia-recusa-a-autoridade-de-costas-despiniadis/

agência de notícias anarquistas-ana

Árvore seca
na floresta úmida
que amor lhe faltou?

David Rodrigues

Leave a Reply