[EUA] Declaração final de Willem Van Spronsen

|| A seguir, declaração final que o lutador anarquista Will Van Spronsen deixou para seus companheiros e companheiras antes de realizar um ataque armado contra o Centro de Detenção do Noroeste em Tacoma, Washington, em 13 de julho de 2019. ||

Existe o certo e existe o errado.

É hora de agir contra as forças do mal.

O mal diz que uma vida vale menos que outra.

O mal diz que o fluxo do comércio é o nosso objetivo aqui.

O mal diz que os campos de concentração para pessoas consideradas menores são necessários.

O servo do mal diz que os campos de concentração deveriam ser mais humanos.

Cuidado com o centrista.

Tenho o coração partido de um pai.

Tenho um corpo quebrado.

E tenho uma aversão inabalável pela injustiça.

Isso é o que me traz aqui.

Esta é minha oportunidade de tentar fazer a diferença; seria um ingrato esperar por um convite mais óbvio.

Sigo três professores:

Don Pritts, meu guia espiritual. “Amor sem ação é apenas uma palavra”.

John Brown, meu guia moral. “O que é necessário é ação!”.

Emma Goldman, minha guia política. “Se eu não puder dançar, não é a minha revolução”.

Sou uma cabeça sonhadora nas nuvens, acredito em amor e redenção.

Acredito que vamos ganhar.

Sou alegremente revolucionário. (Todos deveríamos ter lido Emma Goldman na escola, em vez das bobagens em que fomos alimentados, mas estou divagando). (Todos deveríamos estar olhando as fotos dos heróis das YPG, se vacilássemos e pensássemos que nossos sonhos são impossíveis, mas discordo duplamente. Lute comigo).

Nestes dias de fanáticos fascistas que se aproveitam de pessoas vulneráveis em nossas ruas, em nome do Estado ou apoiadas e defendidas pelo Estado,

Nestes dias de campos de detenção/concentração altamente rentáveis e uma batalha pela semântica,

Nestes dias de desesperança, busca vazia e anseio vazio,

Vivemos em uma ascensão visível do fascismo. (Digo visível, porque aqueles que prestam atenção viram-na sobreviver e prosperar sob a proteção do Estado durante décadas. [Veja “A história do povo dos Estados Unidos“, de Howard Zinn]. Agora segue descaradamente sua agenda com a cooperação aberta e plena dos governos de todo o mundo.

O fascismo atende às necessidades do Estado e atende às necessidades dos negócios, e tudo às suas custas. Quem se beneficia? Jeff Bezos, Warren Buffet, Elon Musk, Tim Cook, Bill Gates, Betsy de Vos, George Soros, Donald Trump, preciso continuar? Deixe-me dizer de novo: pessoas ricas (que acham que você não é tão bom assim), realmente gostam do governo (todos os governos, incluindo governos “comunistas”), porque eles fazem as regras que deixam os ricos mais ricos.

Simples.

Não pense demais nisso.

(Você aí patriota tá prestando atenção?)

Quando era criança, na Holanda do pós-guerra, depois na França, minha cabeça estava cheia de histórias sobre a ascensão do fascismo nos anos 30. Prometi a mim mesmo que não seria uma das pessoas que ficariam paradas enquanto os vizinhos são arrancados de suas casas e presos por serem percebidos como de menor importância.

Você não precisa queimar o desgraçado, mas vai ficar aí parado?

Este é o teste da nossa crença fundamental na liberdade real e nossa responsabilidade com o outro.

Este é um chamado aos patriotas, também, para ficarem contra esta farsa, contra tudo o que vocês consideram sagrado. Conheço vocês. Sei que em seus corações, vê a desonra nestes campos. Também é a hora de você enfrentar o dinheiro puxando as cordas de cada maldita marionete fingindo nos representar.

Sou um homem que ama tanto todos vocês e esta bola giratória que vou cumprir minha promessa de infância de ser nobre.

Aqui, nestes campos corporativos de concentração com fins de lucro.

Aqui, em Brown e com pessoas que não se conformam, com medo de mostrar seus rostos por medo da polícia/migra/Proud Boys/os chefes/beckies…

Aqui, um planeta quase esgotado pela ganância do mercado.

Sou um pensador de ideias concretas.

Campos de detenção são uma abominação.

Não vou ficar parado.

Realmente não deveria ter que dizer mais do que isso.

Deixo de lado meu coração partido e me curo da única maneira que sei – sendo útil.

Divido eficientemente minha dor…

E continuo alegremente nesse trabalho.

(Para aqueles sobrecarregados com os destroços de minhas ações, espero que façam melhor uso desse fardo).

Para meus companheiros:

Lamento que vou sentir falta do resto da revolução.

Obrigado pela honra de me ter ao lado de vocês.

Dando espaço para ser útil, sentir que estava cumprindo meus ideais, tem sido o pináculo espiritual da minha vida.

Fazer o que posso para ajudar a defender minha gente preciosa e maravilhosa é uma experiência muito rica para descrever.

Meus companheiros trans me transformaram, solidificando minha convicção de que seremos guiados para um futuro sonhado pelos mais marginalizados entre nós hoje. Sonhei com tanta clareza que não me arrependo por não ver como isso acontece. Obrigado por me levar tão longe.

Sou antifascista. Permaneço com os companheiros de todo o mundo que agem do amor da vida em toda ação. Companheiros que entendem que liberdade significa liberdade real para todos e uma vida digna de ser vivida.

Tenham fé!

Todo o poder ao povo!

Bella ciao.

Não deixe que as suas agências governamentais gastem dinheiro “investigando” esse caso. Fui radicalizado na aula de educação cívica aos 13 anos, quando nos ensinaram sobre o colégio eleitoral. Foi nesse momento que decidi que o status quo poderia ser um castelo de cartas. A leitura adicional confirmou minhas reflexões. Recomendo altamente a leitura!

Não sou filiado a nenhuma organização, me desfiliei de qualquer organização que não estivesse de acordo com minhas táticas.

A arma semi-automática que usei foi barata, um fúsil AR-15 não registrado e de fabricação caseira, com seis cartuchos. Encorajo os companheiros e novos companheiros que se armem. Agora somos responsáveis por defender as pessoas do Estado predatório. Ignore a lei armando-se se você tiver o luxo, eu fiz.

Tradução > keka

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/07/15/eua-anarquista-e-morto-pela-policia-apos-atacar-centro-de-detencao-de-migrantes/

agência de notícias anarquistas-ana

Na teia de aranha
nada fica preso à noite –
brilha a lua cheia.

Katayama Yumiko

Leave a Reply