Lançamento: “Sou Aquela Mulher do Canto Esquerdo do Quadro”

Escrito em primeira pessoa por uma operária que viveu parte de sua vida (1900 a 1968) no bairro do Ipiranga, São Paulo. Trechos de publicações de mulheres anarquistas, como Maria Lacerda de Moura, Maria A Soares e Luce Fabbri, convivem com relatos sobre as perseguições, as greves e o cotidiano. A história é conduzida por uma narradora: A Mulher do Canto Esquerdo do Quadro. Sua amiga Tita Mundo é outra voz presente no livro e ela relata suas atividades grevistas no Brasil, México e Argentina. Documentos e recordações afetivas se cruzam com fatos históricos, como a Greve de 1917 em São Paulo, Greve dos Inquilinos em Veracruz e fluxos migratórios entre Brasil e Argentina.

Ficha técnica:

Sou Aquela Mulher do Canto Esquerdo do Quadro

Concepção e texto: Fernanda Grigolin

Projeto gráfico: Laura Daviña

Idiomas: português e espanhol

Livro de 32 páginas

Formato 20×15

Contém quatro imagens impressas de clichês tipográficos

Preço: R$35,00 (com correio incluído e entrega em todo o Brasil pelos correios/impresso com registro)

Compre aqui: tendadelivros.org

agência de notícias anarquistas-ana

Cachorro vadio
À sombra da quaresmeira
Dorme sobre flores

Tony Marques

Leave a Reply