[Grécia] Duplo ataque incendiário em Tessalônica

Não importa as ações das autoridades, sempre teremos nossos motivos para atacar. No que reconhecemos como autoridade, sejam governos tentando silenciar todes que resistem, exercendo a violencia policial sob nossos corpos, ou mandachuvas locais que têm ânsia por vigilância e controle dentro da cidade ou qualquer aspecto de nós mesmes dentro dessa sociedade podre, em relacionamentos, em autodisciplina e, por fim, no compromisso.

Contra todas as tentativas de se conformar e obedecer à normatividade, apesar dos perigos dos atos de agressão, – à luz da estratégia de intensificação que os detentores do poder têm tentado ultimamente – achamos rachaduras para espalhar a destruição.

Escolhemos os tempos, os lugares e os indivíduos, para que através da multiplicação e comunicação de nossos pensamentos e ações, tornem-se cada vez mais efetivos e mais perigosos.

Não estamos interessades em remodelar a sociedade existente, mas em demolir as fundações desta sociedade quebrada. O que importa é atacar até a destruição do que existe…

Ao amanhecer da quarta-feira, 08 de janeiro, na região do Eptapirgio, colocamos três dispositivos incendiários no mesmo número de caminhões usados pelas agências municipais para reconstruir a área.

Na noite de quinta-feira, 09 de janeiro, colocamos fogo em um veículo da empresa de segurança na região de Sykes.

A guerra continua…

Solidariedade às rebeldes do Chile

Solidariedade às okupas

Solidariedade ao compa Irdi K. e à todes rebeldes submetides à repressão dentro e fora da prisão

Gritos Antes do Amanhecer

Fonte: https://athens.indymedia.org/post/1602490/

Tradução > A Alquimista

agência de notícias anarquistas-ana

Breve serei pó
e, então, quando me pisares,
cobrirei teus pés.

Evandro Moreira

Leave a Reply