[Canadá] Monumento em homenagem ao racista John A. Macdonald é vandalizado com tinta

Montreal, 15 de Junho de 2020: Noite passada – após o Dia da Vitória / antes da ação do Dia do Canadá – o monumento em homenagem a John A. Macdonald localizado em Place du Canada foi borrifado com tinta roxa pelos vândalos anticoloniais locais.

Fotos da estátua vandalizada estão disponíveis aqui: https://postimg.cc/gallery/XY4WtR4

Os vândalos em questão respeitaram o distanciamento social, usaram máscaras e lavaram suas mãos antes e depois da ação.

Segundo Seamus Grewal, um dos vândalos: “O monumento de Macdonald é o equivalente canadense de uma estátua racista em homenagem aos Confederados nos Estados Unidos; ela se mantém como um símbolo de colonialismo e subjugação dos povos indígenas. O monumento em questão celebra a supremacia branca e também um indivíduo cujas políticas são diretamente responsáveis pelo genocídio dos povos originários no Canadá.

Grewal continua: “A estátua precisa ser imediatamente derrubada e posta num museu com um contexto histórico apropriado que trate do racismo e colonialismo, não permanecer exposta num grande espaço público de Montreal.”

Os ataques de ontem a noite ao Monumento Macdonald (1985) é, pelo menos, o décimo quinto ataque com tinta contra a estátua nos últimos três anos. Este mais recente ocorre ao passo que monumentos coloniais e racistas vêm sendo alvo de vandalismo e remoção por todo o mundo. Estátuas racistas e coloniais têm sido derrubadas, decapitadas e atacadas de diversas outras maneiras ao longo das duas últimas semanas nos Estados Unidos e além. Para além da inspiradora ação direta, até mesmo alguns funcionários eleitos estão ativamente ordenando a remoção de estátuas racistas.

Paralelamente, em Montreal, a prefeita Valerie Plante recusou-se publicamente a remover o monumento racista de Macdonald em resposta a uma recente petição na qual constavam mais de 15000 assinaturas em favor da remoção.

Em resposta à prefeita, Siobhan Dosanjh, outros dos vândalos envolvidos na ação, responde: “Comparada a outros funcionários públicos da América do Norte, a prefeita Plante é notoriamente indecisa em face do racismo e do colonialismo. Ela é uma falsa antirracista, que continua a procrastinar ou usar discursos vazios quando pressionada pelas demandas de mudanças estruturais significativas em resposta ao preconceito.”

Dosanjh acrescenta: “Desde recusar-se a proativamente cortar o financiamento da polícia até sua fraca resposta à islamofobia, passando também pelas suas recentes recusas em remover uma estátua ofensiva tanto para moradores indígenas quanto para moradores não-brancos de Montreal, a prefeita Plante jamais perde uma oportunidade de perder uma oportunidade de significativamente confrontar o racismo.”

A prefeita chegou a propor que uma placa fosse posta no Monumento Macdonald contextualizando-o. O grupo #MacdonaldMustFall na cidade sugere o seguinte: “John A. Macdonald foi um supremacista branco. Ele contribuiu diretamente no genocídio de pessoas indígenas ao criar o brutal Sistema de Escolas Residenciais Indígenas do Canadá, bem como outras medidas focadas em destruir tradições e culturas nativas. Ele era racista e hostil para com as minorias não-brancas no Canadá, abertamente promovendo a preservação do chamado Canadá ariano. Foi ele quem aprovou leis que excluíam pessoas de origem chinesa. Foi também o responsável por enforcar o mártir Louis Riel, do povo Métis.”

Seamus Grewal do grupo #MacdonaldMustFall declara: “Nada impede que a prefeita Plante e a cidade de Montreal ergam uma placa contextual, algo que poderiam ter feito muitos anos atrás. Mas mencionar uma placa agora, em um momento em que um forte movimento antirracista está ocorrendo nos Estados Unidos e em outras partes do mundo, que visa os símbolos do racismo e do colonialismo, é uma estratégia da prefeita para nos distrair da questão real e é um compromisso covarde diante do que deveria ser uma retirada completa do monumento do espaço público. Enquanto isso, a tinta que usamos hoje não deve ser removida, porque se for, a estátua certamente será atacada outra vez.”

P.S: Tiramos o chapéu aos outros vândalos anticoloniais que recentemente picharam “a Real Polícia Montada do Canadá mata mulheres e homens nativos” no Monumento Macdonald.

Fonte: #MacdonaldMustFall Montreal

Contato: MacdonaldMustFall@riseup.net

Fonte: https://mtlcounterinfo.org/racist-john-a-macdonald-monument-vandalized-with-paint/

Tradução > AnarcoSSA

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/06/12/reino-unido-racistas-entrem-no-mar/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/06/08/reino-unido-video-manifestantes-derrubam-estatua-de-comerciante-de-escravos-em-bristol/

agência de notícias anarquistas-ana

No espelho d’água
oculta sua face, tímida,
a lua nublada.

Douglas Eden Brotto

Leave a Reply