Três jovens esperam execução no Irã

Por Hasse-Nima Golkar

Com um anúncio surpresa, o preço da gasolina triplicou durante o regime fascista do califado xiita islâmico, os trabalhadores, em grande parte jovens, fizeram uma grande insurreição nacional entre 15 e 21 de novembro de 2019 em mais de 150 grandes e pequenas cidades iranianas

Para que as forças de segurança e ordem esmagassem brutalmente essa rebelião, todas as comunicações pela Internet foram desligadas. Então, com a ajuda de cassetetes elétricos, gás lacrimogêneo, canhões de água e até mesmo equipamentos de guerra, assim como veículos blindados, tanques e helicópteros, as ruas e praças do país foram transformadas em locais de massacre.

O regime capitalista no Irã, além de seus 41 anos de poder ditatorial, ainda não divulgou nenhuma estatística real. Nesse caso, se é dito que mais de 15.000 manifestantes foram presos e cerca de 5.000 desapareceram e foram massacrados

Três dos jovens manifestantes em Teerã, Saeed Tamjidi, nascido em 1992, Amir Hossein Moradi, nascido em 1994, e Mohammad Rajabi, nascido em 1994, que foram identificados, entre outras coisas, por câmeras de rua, foram condenados pelo “Tribunal Revolucionário de Teerã, 15° Divisão”, à serem executados. Todos os acusados, entre outras coisas, por “participação na destruição de bens públicos e no incentivo à insurgência contra a República Islâmica”.

Esse julgamento desumano foi confirmado pela Suprema Corte. E agora esses três jovens estão aguardando a sentença de morte.

EXECUÇÃO É UM ATO CRIMINOSO E TERRORISMO DE ESTADO, POR ISSO DEVE SER PARADO

Fonte: https://asranarshism.com/1399/04/05/three-young-boys-are-waiting- para a execução no Irã /? fbclid = IwAR0QqK2bhNJfuRUUr7ubxwEWrpZSsEtXjSZaPVCjc-jxoHi_rjU4uxn_vRw

Tradução > A. Padalecki

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/03/03/ira-prisioneiro-anarquista-soheil-arabi-viva-a-resistencia/

agência de notícias anarquistas-ana

No perfume das flores de ameixa,
O sol de súbito surge —
Caminho da montanha!

Bashô

Leave a Reply