[EUA] Todas as queixas devem ser retiradas das pessoas presas durante a revolta por George Floyd!

Por Movimento Abolicionista Revolucionário (RAM)

Nas últimas semanas, foram negadas para as pessoas sob custódia telefonemas, água e comida. Jamel Floyd morreu como resultado de ser atacado por agentes penitenciários. Pessoas foram brutalizadas nas ruas e sob custódia. O Estado busca sentenças para nossos camaradas, a fim de distrair as pessoas de sua própria culpa pela violência de suas prisões e pelas condições sistêmicas violentas que levaram a essa rebelião. Todos mantidos em custódia sem fiança desde o início da revolta devem ser libertados imediatamente.

Independentemente das acusações, todas as alegadas ações tomadas por nossos camaradas são uma resposta direta à violência supremacista branca que a aplicação da lei e o governo em geral são responsáveis por perpetuar e permitir que isso aconteça com total impunidade. Culpado ou inocente, todos têm nossa solidariedade incondicional.

Enquanto os políticos, tanto em nível local quanto nacional, lutam para “acertar as coisas” através do corte de uma fração do financiamento dos orçamentos policiais, ou através de investigações promissoras, nós devemos garantir mudanças materiais que façam a diferença para o futuro das comunidades negras e pardas nos EUA. Como tal, somos solidários com os apelos para abolir a polícia, abolir as prisões e derrubar monumentos que celebram a colonização, a xenofobia e a anti-negritude.

Pedimos às organizações, indivíduos e grupos que investiram no desmantelamento da supremacia branca nos Estados Unidos a incluir a retirada das queixas em suas demandas. Pedimos que vocês considerem as conseqüências dos pedidos de protesto “pacíficos”. Como Fanon afirmou em Wretched of the Earth, a relação entre o colonizador e o oprimido é violenta desde o início. Não existe protesto pacífico quando um grupo é capaz de matar e prender o outro com impunidade. Os pedidos de ‘protesto pacífico’ contribuem para criminalizar os protestos, estabelecendo uma dicotomia de bom / mau manifestante que convida à presença da polícia, repressão e conseqüências carcerárias para os envolvidos. Isso pode ser visto pelos numerosos ataques da polícia e do toque de recolher durante as revoltas. Independentemente da tática, as pessoas não devem ser agredidas nas ruas e, apesar dos altos motivos morais, chegamos a esse ponto – onde o Estado está lutando por concessões para se preservar – queimando a 3ª delegacia completamente.

Um novo começo não é possível sem a libertação das pessoas que nos levaram a esse ponto – ações realizadas por pessoas neste levante e as tomadas por antigos presos políticos nos EUA. Não pode haver uma sociedade livre de racismo sem liberdade para aqueles que estão enjaulados por lutar contra ele. Seguir em frente significa reconhecer que os Estados Unidos se baseiam na violência e devem ser tratado como tal. Livrar-se da violência opressiva do Estado significa anistia para todos os envolvidos nessa luta coletiva.

Por fim, as rebeliões continuarão até que todos estejam livres.

“Convidamos você a assinar esta convocação para a libertação de todos os presos durante as revoltas de George Floyd. Por favor, assine com o nome do seu grupo, nome do grupo de afinidade ou pseudônimo!”

>> Assine aqui:

https://www.revolutionaryabolition.org/news/free-them-all/

Tradução > A. Padalecki

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/06/19/eua-a-policia-e-a-contra-insurgencia-liberal/

agência de notícias anarquistas-ana

sol poente
numa ruela
menino corre das sombras

Rod Willmot

Leave a Reply