[EUA] Lançamento: “Escritos Clássicos em Criminologia Anarquista – Uma desconstrução histórica da punição e da dominação”

Anthony J. Nocella II (editor); Mark Seis (editor); Jeff Shantz (editor); Ruth Kinna (prefácio); Luis A. Fernandez (posfácio)

Os anarquistas estão entre os primeiros pensadores modernos a oferecer uma crítica sistêmica da justiça criminal, além de confrontar diretamente a criminologia acadêmica a partir da formulação de uma criminologia crítica. Eles identificaram as fontes dos problemas sociais nas estruturas da sociedade e nas relações de desigualdade, sublinhando que as instituições que os criminologistas hegemônicos apontaram como supostas soluções eram, na verdade, causas ou promotoras daqueles males.

Este volume reúne estudos críticos de criminologia produzidos por radicais e pensadores como William Godwin, Pierre-Joseph Proudhon, Mikahil Bakunin, Peter Kropotkin, Lucy Parsons, Emma Goldman e muitos outros.

Anthony J. Nocella II, Ph.D., acadêmico-ativista e professor assistente de criminologia e justiça criminal na Faculdade Comunitária de Salt Lake (EUA), publicou mais de 50 artigos acadêmicos e capítulos, além de 40 livros. Ele é editor do Peace Studies Journal; cofundador e diretor executivo do Institute for Critical Animal Studies; diretor da Academy for Peace Education; editor da série de livros Radical Animal Studies and Total Liberation; e coordenador nacional adjunto da Save the Kids. Seu website é www.anthonynocella.org.

Mark Seis é professor associado de sociologia na Faculdade Fort Lewis, em Durango, Colorado (EUA). Ele já publicou obras sobre variados temas, da pena de morte juvenil aos tópicos ambientais – como a Lei do Ar Limpo (“Clean Air Act”), aquecimento global, diminuição da camada de ozônio e chuva ácida – além de tratar dos diversos tipos de crime ambiental, globalização, meio ambiente e ambientalismo radical. Seus principais interesses de pesquisa incluem comunidades sustentáveis, tudo sobre meio ambiente, estudos anarquistas e pedagogia radical.

Jeff Shantz é um pesquisador ativista que leciona sobre teorias e práticas anarquistas em diversas turmas universitárias e em cursos comunitários, com décadas de experiência organizativa dentro de movimentos sociais. Atualmente ele ensina teoria crítica, desvios de elite, comunidade e direitos humanos no Departamento de Criminologia da Universidade Politécnica Kwantlen, em Metro Vancouver, Canadá. Shantz é autor de inúmeros livros, incluindo Commonist Tendencies: Mutual Aid Beyond Communism (Punctum, 2013); Green Syndicalism: An Alternative Red/Green Vision (Syracuse University Press, 2012); e Constructive Anarchy (Ashgate, 2010). Ele é cofundador do Grupo de Trabalho em Criminologia Crítica (Critical Criminology Working Group) e editor criador do periódico Radical Criminology. Seus interesses acadêmicos incluem teorias críticas, migração, estudos críticos sobre vigilância, crime corporativo, crime transnacional e movimentos sociais. Amostras de seus escritos podem ser encontradas em jeffshantz.ca.

Ruth Kinna trabalha na Universidade de Loughborough (Inglaterra) e é editora geral do periódico Anarchist Studies. Suas publicações recentes são Kropotkin: Reviewing the Classical Anarchist Tradition (Edinburgh University Press) e Anarchism 1914-18: Internationalism, anti-militarism and war, coeditado com  Matthew S. Adams para a Manchester University Press. Ela está trabalhando atualmente com Uri Gordon na produção de uma obra para a editora Routledge – o Handbook of Radical Politics – e com Alex Prichard e Thomas Swann no projeto Constitutionalising Anarchy.

Luis A. Fernandez é professor do Departamento de Criminologia e Justiça Criminal na Northern Arizona University (EUA). Ele é autor e editor de livros como Policing DissentContemporary Anarchist Studies Shutting Down the Streets. Seu trabalho também aparece em vários capítulos de livros e periódicos, incluindo Social JusticeContemporary Political TheoryCritical Criminology e Qualitative Sociology.  Sua pesquisa mais recente aborda a direita alternativa (“alt-right”) e a emergência do neofascismo. Atualmente, Fernandez ocupa o posto de presidente da Sociedade para o Estudo de Problemas Sociais (Society for the Study of Social Problems).

Classic Writings in Anarchist Criminology – A Historical Dismantling of Punishment and Domination

Anthony J. Nocella II (editor); Mark Seis (editor); Jeff Shantz (editor); Ruth Kinna (prefácio); Luis A. Fernandez (posfácio)

Editora: AK Press

Páginas: 228

ISBN-13: 9781849353793

$22.00

akpress.org

Tradução > Erico Liberatti

agência de notícias anarquistas-ana

brilha o grampo
ou ela tem no cabelo
um pirilampo?

Carlos Seabra

Leave a Reply