[França] 19 de setembro – 17 de outubro: Marcha Nacional dos Indocumentados

Junto com 15 coletivos de Indocumentados, na Marcha da Solidariedade, nos Estados Gerais das Migrações e em mais de 120 organizações, os [migrantes] Indocumentados marcharão a partir de 19 de setembro nos quatro cantos do país para chegar a Paris em uma grande manifestação no sábado, 17 de outubro. Eles exigem: a Regularização dos Migrantes Indocumentados, Fechamento dos CRAs (centros de detenção administrativa), e Moradia para todos! A CNT-SO é parte da iniciativa unitária.

Ato 3 dos Indocumentados

De todas cidades, de todos os foyers e de todos bairros

Estamos marchando em direção ao Eliseu!

Ato 1: Em 30 de maio milhares de Indocumentados e apoiadores enfrentaram a proibição de manifestações em Paris e em várias outras cidades.

Nos dias e semanas seguintes, dezenas de milhares de pessoas se manifestaram contra o racismo e a violência policial.

Ato 2: Em 20 de junho, dezenas de milhares de Indocumentados e apoiadores protestaram em Paris, Marselha, Lyon, Lille, Rennes, Montpellier, Estrasburgo e muitas outras cidades.

Mas Macron não tinha nenhuma palavra para os Indocumentados, explorados nas piores condições ou perdendo seus empregos sem direito [ao auxílio de] desemprego parcial, presos nos CRAs (centros de detenção administrativa), vivendo nas ruas ou em moradias muitas vezes precárias e insalubres. Nenhuma palavra para jovens migrantes isolados. Não houve nenhuma palavra contra o racismo, nenhuma palavra para as vítimas da violência policial.

Dizemos que uma sociedade que recusa a igualdade de direitos sob o pretexto de nacionalidade, origem, cor da pele será cada vez mais destruída com o racismo e a violência do Estado.

Dizemos que uma sociedade que aceita a desigualdade de direitos, a superexploração, a repressão, a prisão, a expulsão de Indocumentados em nome da crise, será desarmada diante de todos os ataques sociais.

Então nós organizaremos o Ato 3 dos Indocumentados

Em setembro, Indocumentados e apoiadores sairão de Marselha, Rennes, Toulouse, Lille, Estrasburgo, Montpellier, Bayonne, Grenoble, Le Havre… de todos os nossos bairros, todas as nossas cidades e vilas e atravessarão o país.

Estas marchas irão se encontrar no dia 17 de outubro em Paris, a caminho do Eliseu.

Por se tratar de liberdade e solidariedade, no dia 17 de outubro nos manifestaremos em homenagem a todas as vítimas do colonialismo, do racismo e da violência policial, em homenagem a todas as vítimas das políticas anti-migratórias que enfrentaram o controle.

Enfim, por ser simplesmente uma questão de igualdade, manifestaremos para impor a regularização de todos os migrantes indocumentados, o fechamento dos centros de detenção e o [direito de] moradia para todos.

Fonte: https://www.cnt-so.org/19-septembre-17-octobre-Marche

Tradução > Estrela

agência de notícias anarquistas-ana

As folhas vermelhas
brilham num dia de sol:
o inverno se alegra.

Thiago Souza

Leave a Reply