[Espanha] Parada a primeira tentativa de desalojo do Ateneu Libertário de Vallekas: a luta segue

Em 16 de setembro passado se voltou a deixar claro que a solidariedade e a ação direta é a melhor arma que dispomos como meio de defesa frente ao Estado e a repressão. Por volta de 150 pessoas de Vallekas e outros bairros da cidade se plantaram na porta do Ateneu para impedir o desalojo do espaço. Não se trata só do desalojo de um espaço, é a defesa da ocupação como ferramenta de luta na guerra social, como ferramenta para criar com nossas próprias mãos, a margem de partidos e instituições, espaços de luta, encontro e aprendizagem.

E o conseguimos graças a todos e a todas. Contamos com uma pequena exibição de jornalistas, vans da polícia municipal e o delegado do distrito. Devido à fluência de solidárias, a secretaria judicial não teve outro remédio senão passar direto. Agora, qualquer dia e sem aviso prévio, o Ateneu pode ser desalojado.

Mais especial é esta mostra de solidariedade se tivermos em conta como está se desenvolvendo o discurso repressivo sobre Vallekas (e os bairros obreiros de Madrid em geral): criminalização midiática, constante destaque da mídia e da classe política pelos casos de Covid-19, perseguição às pessoas migrantes, abusos policiais, videovigilância, multas e uma perseguição especialmente intensificada à ocupação nos últimos meses. Tudo isso com a retina carregada de imagens como as filas da fome, que não cessam, as rescisões de contrato e despejos, que não cessam, os centros de saúde, colapsados, os trabalhadores aglomerados no metrô e esperando que um político lhes diga se podem sair à rua para algo que não seja trabalhar para nossos patrões. Essa é a lógica do Estado e do capital para os pobres e os bairros onde vivemos.

A luta continua por muitas e variadas formas, a solidariedade não tem limites nem barreiras, e vai mais além dos dias concretos de desalojos: bancos, imobiliárias, especuladores, polícias, meios de comunicação, políticos e empresários seguem aí, manejando e gestando as condições de nossa exploração. Chamamos a estender a solidariedade em todas as suas formas.

Este domingo convocamos novamente jornadas de resistência no Ateneu, e seguimos com a chamada: na sexta-feira da semana do desalojo do Ateneu, manifestação às 20 h em Vallekas em solidariedade com os espaços ocupados. O lugar exato, confirmaremos no dia do desalojo.

Solidariedade com os espaços ocupados!

Nenhum desalojo, nenhuma rescisão sem resposta!

Ocupação, resistência e ação direta!

ateneolibertariovallekas@riseup.net

ateneolibertariovk.noblogs.org

Tradução > Sol de Abril

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/09/10/espanha-ameaca-iminente-de-despejo-do-ateneu-libertario-de-vallekas/

agência de notícias anarquistas-ana

criado mudo
fica quieto
mas vê tudo

Carlos Seabra

Leave a Reply