[Indonésia] Polícia prende 4.115 pessoas durante os protestos contra a Lei Omnibus

A polícia disse ter detido 4.115 pessoas durante ações de protesto contra a Lei Omnibus (reforma trabalhista e ambiental) recentemente promulgada, que ocorreu em todo o país (até sexta-feira, 9 de outubro).

O chefe da divisão de relações públicas da polícia nacional, inspetor-geral, Argo Yuwono, disse que os presos ainda estão detidos em delegacias de polícia e estão sendo interrogados.

“Os manifestantes ainda estão sendo questionados, ainda estão em processo de investigação”, disse Yuwono durante uma coletiva de imprensa transmitida pelo canal Kompas TV no YouTube na sexta-feira, 9 de outubro.

Yuwono confirmou que as 4.115 pessoas presas vieram de vários grupos diferentes, incluindo principalmente anarquistas, o público em geral, estudantes do ensino médio e universitários, trabalhadores e desempregados.

“Várias das pessoas detidas foram identificadas, as primeiras são de grupos anarquistas totalizando 1.049, isto é em South Sumatra, Bengkulu, Lampung, East Java, North Sumatra, West Kalimantan e Jakarta”, disse ele.

“Depois, 601 membros do público em geral foram presos em South Sulawesi, South-East Sulawesi e Jakarta, 1.548 estudantes do ensino médio foram presos em South Sulawesi, Jakarta, North Sumatra Utara e Central Kalimantan.”

“Em seguida, havia até 443 pessoas de South Sulawesi, Jakarta, South-East Sulawesi, North Sumatera, West Papua e Central Kalimantan, 419 trabalhadores em Jakarta e North Sumatera, juntamente com 55 desempregados em South-East Sulawesi, South Kalimantan e Sumatra do Norte.”

Yuwono disse que a polícia chamará os pais dos alunos para que eles saibam o que seus filhos estão fazendo. “Para que eles saibam o que está sendo feito por seus filhos, mais tarde é claro que haverá supervisão não apenas na escola, mas também em casa”, disse Yuwono.

Conforme relatado, ações de protesto contra a Lei Omnibus ocorreram em várias partes da Indonésia.

Manifestantes, que vêm de grupos trabalhistas, universitários, de estudantes de ensino médio, de anarquistas e outras organizações sociais, exigem o cancelamento da Lei Omnibus – que foi promulgada na segunda-feira, 5 de outubro.

Fonte: agências de notícias

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/09/protestos-contra-reforma-trabalhista-na-indonesia/

agência de notícias anarquistas-ana

Trégua de vidro:
o canto da cigarra
perfura rochas.

Matsuo Bashô

Leave a Reply