[Chile] Mais de 500 pessoas são detidas após protestos para lembrar as manifestações de 2019

A polícia prendeu 580 pessoas durante os intensos protestos de domingo (18/10) no Chile, durante a comemoração do primeiro aniversário do chamado “estalido social”.

Segundo a imprensa local, mais de 30 mil pessoas compareceram ao evento principal, que aconteceu na mesma praça de Santiago onde houve manifestações em 2019. Pessoas encapuzadas atacaram duas igrejas na capital, que foram destruídas pelo fogo.

Ainda em Santiago, manifestantes e policiais entraram em confronto, e veículos da polícia foram incendiados.

Também ocorreram incidentes em outros bairros de Santiago e em outras cidades do país, que resultaram em um total de 580 detidos, 287 deles na região metropolitana.

Durante a noite houve saques e tentativas de saque; barricadas e ataques a quartéis da polícia, com um total de 107 incidentes graves em todo o país, segundo a imprensa local.

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/16/chile-protestos-na-puente-alto-em-santiago/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/13/chile-a-um-ano-do-inicio-da-revolta/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/02/chile-a-1-ano-da-revolta-todos-a-rua/

agência de notícias anarquistas-ana

Dia de primavera —
Os pardais no jardim
Tomam banho de areia. 

Onitsura

Leave a Reply