[Grécia] Contra a arbitrariedade e o terrorismo do Estado!

No dia 15 de outubro, dois companheiros turcos – refugiados políticos que vivem no bairro de Prosfygika – foram presos e mantidos sob custódia até o meio-dia do dia seguinte e serão novamente julgados no dia 27 de outubro.

No quadro geral de presença e aterrorização policial no bairro – que se intensificou nas últimas duas semanas devido ao julgamento do Aurora Dourada – os dois companheiros passavam em uma motocicleta na rua Degleri por volta das 20h00 quando os policiais os pararam para verificá-los.

Inicialmente, eles pediram os documentos da moto e as identidades dos companheiros. Então, depois de perceberem que os companheiros eram moradores no bairro de Prosfygika, eles mudaram de atitude em relação a eles. Com a desculpa de não terem visto todos os documentos obrigatórios, algemaram-nos – com as mãos nas costas – e os transferiram para a estação de polícia de Ampelokipoi, embora não haver tido nenhuma resistência ou confronto. Lá, eles foram mantidos em uma cela no porão, em circunstâncias horríveis, onde cinco migrantes estavam passando seu nono dia sem audiência.

Por não termos uma imagem clara se a ação dos policiais foi motivada por motivos pessoais ou se é uma ordem geral do Estado visando criar um ambiente de medo dentro do nosso bairro, do nosso lado continuaremos a dar nossas respostas na base da auto-organização, da resistência e da solidariedade.

No dia27 de outubro, às 09h00, no edifício 2 dos tribunais de Evelpidon, apoiaremos nossos companheiros nessa luta como fazemos na vida cotidiana.

NÃO TOQUEM EM NOSSO BAIRRO E EM NOSSOS COMPANHEIROS!

Comunidade de Prosfygika Squatted

Fonte: https://athens.indymedia.org/post/1607949/

Tradução > A. Padalecki

agência de notícias anarquistas-ana

Venerável
É quem não se ilumina
Ao ver o relâmpago!

Bashô

Leave a Reply