[Espanha] Madrid: Desalojo postos Tirso de Molina

Este domingo 7 de fevereiro, agentes da polícia municipal voltaram a desalojar os postos políticos de Tirso de Molina com a desculpa de carecer de licença. Desde 22 de novembro nos postos estivemos montando nossas mesas sem sermos incomodados pelas autoridades e evidentemente sem autorização, como se vem fazendo faz 40 anos. O único posto que não foi desalojado é o da CNT/AIT, que tem permissão para instalar dois postos em Tirso de Molina e La Latina em virtude de uma sentença judicial derivada da tentativa de desalojo dos postos em 1992.

Não nos surpreendeu esta mudança de atitude por parte das autoridades após quase três meses montando os postos. Não parece ser devido à situação de emergência sanitária pois nada nos disseram a respeito, então pensamos que novamente é um ataque contra o espaço da praça, contra as ideias que ali se difundem.

Até as 14 horas várias dezenas de pessoas realizaram um protesto espontâneo contra o desalojo dos postos, cantando lemas e distribuindo panfletos pelas ruas de Duque de Alba, plaza de Cascorro e Ribera de Curtidores, para lembrar à municipalidade a origem dos postos políticos e para demonstrar-lhes que vamos responder a sua repressão com a força da solidariedade e da mobilização.

Como já dissemos no último comunicado permanecemos alerta e organizados, e os convocamos para ir no próximo domingo a Tirso às 11 h para dizer ao prefeito que

Os postos de Tirso ficam!

puestostirso.noblogs.org

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/09/11/espanha-madrid-comunicado-de-imprensa-dos-postos-politicos-de-tirso-de-molina/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/07/25/espanha-madrid-ameaca-aos-postos-politicos-do-rastro-de-tirso-de-molina/

agência de notícias anarquistas-ana

amigo grilo
sua vida foi curta
minha noite vai ser longa

Alice Ruiz

Leave a Reply