[Bielorrússia] Julgamento de quatro anarquistas acusados de terrorismo foi realizado a portas fechadas

Apenas cerca de 15 pessoas – parentes dos réus e representantes da mídia russa – tiveram permissão para entrar no tribunal.

Em 15 de novembro, o tribunal regional de Minsk ouviu o processo criminal contra os anarquistas Dzmitry Dubouski, Ihar Alinevich, Syarhei Ramanau e Dzmitry Rezanovich.

O juiz Vyachaslau Tuleyka decidiu realizar o julgamento a portas fechadas. Apenas parentes próximos e representantes da mídia russa foram permitidos no local. O restante das pessoas não foi autorizado a entrar, porque “não há mais lugares”, segundo foi alegado.

Os réus foram detidos no último dia 28 de outubro perto da fronteira com a Ucrânia. O Ministério de Assuntos Internos informou que apreendeu duas armas de fogo com munição, uma granada de mão, uma pistola Traumatic com munições, armas brancas e latas de gás de pimenta, uniformes e mochilas de estilo militar, tendas, pá de sapador, machado, lanternas, laptops e tablets, rastreadores GPS, gravadores de vídeo, câmeras fotográficas, pen drives, cartões SIM da operadora móvel ucraniana, equipamento de comunicação de rádio com fones de ouvido ocultos, roupas e equipamentos especiais, cartões bancários, dinheiro em diferentes moedas. O Comitê de Segurança do Estado acredita que o grupo de Alinevich é responsável pelo incêndio criminoso da Inspetoria Estadual de Automóveis em Mazyr e dos carros do Ministério Público em Salihorsk.

Todos os quatro são acusados de “ato de terrorismo” (Parte 2 do Artigo 289 do Código Penal) e “tráfico ilegal de armas” (Parte 2 e Parte 4 do Artigo 295 do Código Penal). Ao mesmo tempo, Alinevich e Dubouski também são acusados de “movimento ilegal transfronteiriço de substâncias proibidas” (Parte 1 do Artigo 333). (parte 1 do artigo 333-1 do Código Penal).

Fonte: https://belsat.eu/en/news/16-11-2021-trial-of-four-anarchists-held-behind-closed-doors/

Tradução > Amós Rocha

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/11/04/quatro-anarquistas-detidos-na-fronteira-da-bielorrussia-por-acoes-diretas/

agência de notícias anarquistas-ana

A flor
Da beira da estrada
Foi comida pelo cavalo.

Bashô

Leave a Reply