[Alemanha] Ataque incendiário em solidariedade com Alfredo Cospito

Na madrugada de 31 de outubro, incendiamos uma van pertencente à empresa GA-Tec. Esta empresa de tecnologia de gestão de edifícios e instalações é 100% propriedade do grupo Sodexo, que administra prisões (na Inglaterra e no Chile) e é um dos grandes beneficiados no setor penitenciário. A van foi queimada no distrito de Lichtenberg, onde vários carros foram queimados recentemente.

Não apenas para causar danos à empresa, mas por uma motivação interna não podíamos deixar de fazer tal ataque contra nossos opressores. A notícia de que o companheiro Alfredo Cospito está sendo torturado no chamado regime de justiça “41bis” pelo Estado italiano nos deixa tudo menos indiferentes. Alfredo não só vai ser amordaçado, mas sua existência está à beira da extinção. Nós nos juntamos a ele em sua campanha militante. Junto com sua greve de fome, rompemos o isolamento total. Também apelamos a todos os outros companheiros para que tomem medidas diretas agora e encurtem decisivamente o tempo de reação da luta anarquista internacional. Para tirar Alfredo Cospito do regime de extermínio e desencadear uma força revolucionária na ofensiva coordenada. Não viver na prisão ou em solitária significa uma grande responsabilidade. Na luta combinada com greves de fome, não podemos esperar até que o prisioneiro também tenha que fazer uma greve de sede (não ingerir água).

As campanhas militantes desencadeadas pelas greves de fome podem abrir uma perspectiva substancial anticapitalista. As metrópoles podem ser transformadas em selvas nas quais a infraestrutura das classes dominantes pode ser completamente destruída se seus habitantes assim o desejarem. Os exploradores das prisões, empresas de armamento, empresas contratantes de policiais, corporações de construção – suas fachadas de vidro, seus veículos e suas linhas de dados estão invadindo nossos habitats de classe em centros urbanos cada vez mais densos ou sendo usados para tentar se proteger em seus próprios santuários. Assim como a van GA-Tec/Sodexo que atacamos foi envolvida em um desenvolvimento de moradias precárias em arranha-céus, ela poderia se tornar um local comum para a logística do poder à medida que os antagonismos de classe e as campanhas militantes do meio anarquista desenvolvam um foco comum.

Solidariedade também com Juan Sorroche e Ivan, que se juntaram imediatamente à luta de Alfredo e também estão em greve de fome.

Liberdade para eles e também para Giannis Michailidis, Claudio Lavazza e Toby Shone.

Vitória para a luta mapuche!

Morte ao Estado, viva à anarquia!

Célula autônoma “Anna Maria Mantini”

Fonte: https://de.indymedia.org/node/235442

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2022/11/02/alemanha-liberdade-para-alfredo-cospito-intervencao-na-universitat-berlin/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2022/10/26/chile-a-urgencia-requer-contundencia-tiremos-alfredo-cospito-do-isolamento-palavras-do-companheiro-francisco-solar/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2022/10/21/italia-sardenha-o-anarquista-alfredo-cospito-inicia-uma-greve-de-fome/

agência de notícias anarquistas-ana

Nem sequer um dia
Em que não se venda um sino –
Primavera em Edo.

Takarai Kikaku

Leave a Reply