[França] Assim é a justiça francesa…

Desde 2007, na França, a polícia mutilou com suas armas aproximadamente 50 pessoas no rosto: olhos vazados, narizes explodidos, sequelas cerebrais… Estas mutilações causadas pelo novo arsenal de manutenção da ordem, balas de borracha e granadas de desaceleramento e ensurdecedoras, são irreversíveis. Cada ferido guardará sequelas para a vida toda. Na totalidade desses casos, é a impunidade que predomina. Sequer um dia de prisão foi dado a algum policial atirador. Dezenas de pessoas marcadas na carne esperam justiça.

Quarta-feira 11 de outubro, o tribunal da Paris deu sua deliberação no caso do carro de polícia incendiado na rua Valmy, em maio de 2016. As imagens impressionantes mostradas pelas mídias, mas de simples danos materiais. O fogo sobre a carroceria. Como previsto, os juízes condenaram 7 processados ao final de um processo político delirante, sem sequer uma sombra de prova. Somadas todas as penas, 30 anos foram distribuídos. 30 anos. Dos quais 18 em regime fechado.

A medida que a impunidade do aparelho policial se reforça e que as violências do Estado se generalizam, aqueles e aquelas que resistem são submetidos ao endurecimento da repressão judicial. A polícia bate nos corpos, a justiça bate nos espíritos punindo culpados para dar exemplo. A cada vez, trata-se de aterrorizar.

Solidariedade com os inculpados! Sem justiça, sem paz!

Nantes Révoltée

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/10/14/franca-saiu-o-veredito-sobre-o-processo-do-carro-policial-incendiado-durante-manifestacao-em-paris/

agência de notícias anarquistas-ana

Cresci com gorjeios
sobre a jabuticabeira
entre os sabiás.

Urhacy Faustino

Leave a Reply