[Argentina] Informe do Sindicato dos Advogados e Advogadas sobre os prisioneiros anarquistas

O GOVERNO E O MINISTÉRIO DA SEGURANÇA CONTINUAM A SUBIR O NÍVEL DE VIOLÊNCIA, ARMANDO CAUSAS E ENVOLVENDO PESSOAS

Como dissemos, três pessoas foram detidas em operações de grupos ou setores anarquistas.

Uma delas foi em uma tentativa de danificar a tumba do chefe da Polícia Federal e o implacável assassino dos trabalhadores Coronel Ramón Falcón.

Outra com um explosivo (aparentemente de pouco poder) jogado sob o carro do juiz federal Bonadio, o juiz que, em 2004, imputou, mediante situações forjadas e prisões os comandantes sobreviventes dos Montoneros, invocando pela primeira vez a teoria dos dois demônios.

O mesmo juiz que não deixou de fazer suas cachorradas contra os presos de 14/12/2018.

Causas ambas que morreram nos Tribunais Superiores.

Como dissemos, houve detidos supostamente envolvidos nos eventos.

Mas o Ministério da Segurança e o Governo Nacional elevam cada vez mais o nível de violência, tornando os fatos uma questão de Estado e, obviamente, como esperávamos de Segurança Nacional.

Eles invadiram clubes de bairro e bibliotecas que são um exemplo de trabalho social, invadiram prédios e levaram pessoas pobres e trabalhadoras.

O Governo e seus Tribunais não podem ainda estabelecer acusações específicas e responsabilidades específicas em relação a essas detenções.

Eles só têm fatos, eles nem têm qualificações ou nada específico.

Colocamos uma equipe de quatro advogados para lidar com tantos acusados.

Uma jovem em tratamento psiquiátrico envergonhou o Secretário do Tribunal ao pedir a qualificação dos fatos: “diga-me do que sou acusada”, ela perguntou: “Quais são os crimes que cometi???”

O oficial judicial deve ter admitido, hesitante, que “eles ainda não tinham qualificação” (ou cobertura).

E por essa razão, tendo já passado vários dias ACUSAM TODOS DE TUDO, onze pessoas de um Cortiço são levadas sem a menor ideia, sem fundamento ou discussão.

Uma simples vizinha, um homem que chegou a Buenos Aires desde o Chaco depois de anos fora. Uma mãe com cinco filhos que conseguiu um lugar no Cortiço. Uma menina em tratamento psiquiátrico e seu bebê. E, claro, os jovens anarquistas, que desde então, trabalhavam num Ateneu.

Tudo o que cheirava a anarquista lhes alcançaram e em alguns lugares eles detiveram as pessoas.

Loucamente, ao leu, criando causas. Sequestrando caixas de ferramentas de trabalho dos habitantes.

Prenderam um velho ex-prisioneiro Montonero porque seu endereço estava no DNI de seu sobrinho preso nos eventos.

Todos são acusados de ser uma Organização que produziu os dois fatos de Recoleta e Bonadio.

Reiteramos que não reclamamos, nem vemos que aqueles que foram presos nos eventos reclamam, e sabem que sua situação não é fácil.

Mesmo assim, vamos defendê-los com tudo o que temos.

Nós todos sabemos as regras do jogo.

Mas o nível de violência e arbitrariedade policial e judicial está sendo imposto pelo Governo cada vez mais.

Envolvendo pessoas, armando causas, plantando testes.

O Sindicato dos Advogados e Advogadas lhes dará uma surra nas instâncias judiciais que se sucederão.

Mesmo com suas próprias leis, que são impotentes diante de tanta arbitrariedade.

Fonte: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1652257048212644&id=640407422730950

Tradução > Liberto

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/11/21/argentina-comunicado-da-fla-condenamos-a-caca-as-bruxas-a-acao-repressiva-e-a-perseguicao-politica/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/11/16/argentina-onde-estao-as-armas/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/11/15/argentina-jovem-lanca-bomba-em-casa-de-juiz-argentino-e-jazigo-do-ex-chefe-de-policia-ramon-falcon-e-atacado-a-duas-semanas-do-g20/

agência de notícias anarquistas-ana

No cimento quente,
A ilusão de um oásis:
Vaso de samambaias

Edson Kenji Iura

Leave a Reply