[Chile] “Pretendem usar os clubes como uma ferramenta política”: barras bravas pedem o boicote ao retorno do futebol

Os barras bravas [torcidas] das principais equipes do país, Colo Colo e Universidad de Chile, pediram um boicote ao retorno do Campeonato Nacional.

Isso, depois que a ANFP [federação chilena de futebol] formalizou a programação do retorno do futebol profissional de primeira e segunda divisão, que começará com duelos pendentes da Primeira B no meio da próxima semana.

Em um comunicado, a Garra Blanca disse que “o que o governo pretende é dar uma sensação de normalidade através do futebol e criar uma falsa realidade”.

Além disso, eles pediram para não comparecer aos estádios, pois acusam as autoridades de “pretenderem usar os clubes como uma ferramenta política em favor de seus interesses”.

Por outro lado, Los de Abajo disse em um documento que “a retomada do campeonato exporia os torcedores a um desastre de violência, perseguição e criminalização”.

Por esse motivo, os torcedores da “U” disseram que “como povo azul, continuaremos manifestando e participando do despertar do povo”.

Na mesma linha, os barras bravas do Santiago Wanderers, Everton e San Luis de Quillota, também anunciaram que boicotarão qualquer jogo de futebol profissional que pretenda ser disputado nos estádios Elías Figueroa, Sausalito e Lucio Fariña.

agência de notícias anarquistas-ana

surgidos do escuro,
somem na moita, na noite:
amores de um gato

Issa

Leave a Reply