Terrorismo fascista: o exemplo de um adolescente da Suíça francesa

O terrorismo de extrema direita está em ascensão na Europa e no mundo. Uma ameaça que muitas vezes é pouco conhecida pela população e subestimada pelas autoridades. Para demonstrar esse fenômeno e o fato de que a Suíça infelizmente não é poupada, analisaremos as mensagens postadas em 2018 por um adolescente da Suíça francesa de 16 anos em um servidor de Discord neonazista chamado Black Flag Front.

As mensagens do Black Flag Front e de muitos outros servidores do Discord de extrema direita foram reveladas em 30 de abril (no aniversário do suicídio de Hitler) pelo coletivo Distributed Denial of Secrets (DDOS) e estão disponíveis online.

BLACK FLAG FRONT

Black Flag Front se afirma explicitamente como nacional-socialista (nazista) e visa radicalizar as pessoas que querem aprender mais sobre o fascismo.

O criador do Black Flag Front (um estudante de engenharia elétrica de 18 anos que vive na República Tcheca) rejeita explicitamente candidatar-se ou tenta moderar sua imagem para tornar o neo-nazismo mais aceitável e está convencido de que o colapso do “sistema” está próximo e que é necessário acelerar esse colapso por todos os meios possíveis, inclusive com ações violentas (essa ideologia é chamada de “aceleracionismo”). Ele faz parte da linha ideológica da Iron March, um site neofascista vinculado a vários grupos terroristas que ele considera como “uma das melhores organizações nazistas do século 21” e fará todo o possível para distribuir sua literatura e sua propaganda.

A identidade visual do Black Flag Front não deixa dúvidas quanto à natureza violenta de sua ideologia.

Estima-se que a maioria dos membros tenha entre 15 e 18 anos de idade. Essa faixa etária é semelhante à encontrada na maioria dos grupos aceleracionistas fascistas.

GRODOUDOU COSTAUD

Entre os membros do Black Flag Front, podemos encontrar um adolescente escrevendo em francês usando o pseudônimo “Grodoudou Costaud”, cuja primeira mensagem no servidor é datada de agosto de 2018.

Sua localização precisa não é conhecida, no entanto, revela que ele mora há 15 anos no campo, mas que agora é o centro de uma cidade devido à urbanização. Além disso, o fato dele compartilhar (para zombar) o programa da seção de Genebra do Ensemble à Gauche, bem como a foto de uma “estátua feminista” em Genebra, sugere que ele provavelmente vive no cantão de Genebra.

Em suas mensagens, “Grodoudou Costaud” também revela que tem 16 anos (em 2018), é de origem eslovaca e alemã, cresceu na Suíça inserido na cultura húngara e se considera suíço e húngaro. Ele encontrou o convite para o Black Flag Front em outro servidor do Discord fascista chamado Path of Gods.

“Grodoudou Costaud” se define como fascista. Sem entrar em detalhes de sua ideologia, ele também acredita que a sociedade está à beira do colapso e que a ação política é inútil. Em vez disso, acha que os fascistas devem se libertar do “sistema”, construir redes entre eles e acelerar o colapso. Segundo ele, ocorrerá uma “guerra racial” durante a qual os fascistas terão que “reconquistar” a Europa “expurgando” os não-brancos e finalmente impor o fascismo.

Nas mensagens, revela o desejo de construir uma casa na floresta depois de seus estudos.

Ele está procurando recursos em sobrevivência e combate.

Ele também se orgulha de converter homens em “futuros soldados fascistas” e mulheres em “futuras mães” e afirma ter radicalizado pelo menos 50 pessoas, incluindo um amigo que se tornou tão extremo quanto ele.

Para “Grodoudou Costaud”, “o livro para construir sua visão fascista do mundo” é 88 Preceitos (88 Precepts), o manifesto escrito na prisão pelo assassino e supremacista branco americano David Lane, membro da organização terrorista The Order. Quanto ao livro para construir seu “modo de vida fascista”, para ele é o SEAT, o livro do neo-nazista americano de James Mason que promove “resistência sem líder”, a formação de células terroristas e uma “revolução branca”. James Mason, que é próximo da rede terrorista neonazista Atomwaffen Division.

Também observamos que ele é membro de um servidor do Discord francês, que ele descreve como “extremamente determinado” e “muito fechado” e cujos membros planejam executar “ações reais”. Ele fez várias tentativas de recrutar membros do Black Flag Front.

Depois de alguns momentos de ausência, ele retornará à Black Flag Front com outra conta para compartilhar um endereço do Protonmail que ele criou especificamente para manter contato com as pessoas encontradas no Discord. Ele planeja parar de usar o Discord, que considera inseguro demais. Revela que, além do endereço do Protonmail, utiliza o Wire, um cliente de mensagens instantâneas criptografadas (provavelmente para conversar com outros fascistas, como fez no Discord).

Sua última mensagem no Black Flag Front foi postada em 20 de setembro de 2018.

CONCLUSÃO

Mesmo que seja impossível saber em que consistirão, o fato de um indivíduo em posições tão extremas estar planejando “ações reais” é particularmente preocupante.

Devemos estar cientes de que jovens de todo o mundo estão se radicalizando exclusivamente na internet, chegando ao ponto de incentivá-los a cometer atos violentos. Por mais ridículo que possa ser um fascista de 16 anos que se autodenomina “Grodoudou Costaud”, é necessário não subestimar a ameaça potencial representada por esses indivíduos, assim como as redes sociais internacionais que eles utilizam. Como lembrete, o fato da Atomwaffen Division ser composta principalmente por adolescentes e jovens não impediu que ela fosse vinculada a pelo menos cinco assassinatos.

Hoje, “Grodoudou Costaud” deve ter entre 17 e 18 anos. A menos que ele renuncie a essa ideologia, ele continua a representar uma ameaça séria.

Fonte: https://renverse.co/infos-locales/article/terrorisme-fasciste-l-exemple-d-un-adolescent-romand-2597

Tradução > Estrela

agência de notícias anarquistas-ana

A mesma paisagem
escuta o canto e assiste
a morte das cigarras

Matsuo Bashô

Leave a Reply