[Rússia] Réus anarquistas no caso “Network” são condenados à prisão

Segunda-feira, 22 de junho

Um tribunal militar em São Petersburgo condenou mais dois réus anarquistas no caso “Network” (caso “Rede”) à prisão hoje. Viktor Filinkov recebeu uma sentença de 7 anos e Yuly Boyarshinov 5,5 anos em uma colônia penal. O juiz também ordenou que as evidências do caso fossem destruídas.

Filinkov e Boyarshinov foram presos pelo Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) em janeiro de 2018. Após as prisões, Filinkov foi torturado durante a investigação para extrair a confissão dele. Os oficiais do FSB também ameaçavam piorar as condições da prisão de Boyarshinov, caso ele não cooperasse com a investigação. Posteriormente, ele foi transferido para uma cela com outros 150 prisioneiros.

Os dois foram acusados de “atividade terrorista”. De acordo com o promotor, eles participaram de “planos de fomento à atividade revolucionária”, “preparativos para o conflito de guerrilha”, “divisão da Federação Russa em comunas separadas”, “cometer incêndio criminoso”, “uma atitude intolerante em relação aos representantes de agências policiais”. Durante o julgamento, Filinkov declarou-se inocente, enquanto Boyarshinov decidiu entrar com uma declaração de culpa.

Durante sua declaração final, Filinkov disse:

“Eu estou preso há dois anos e meio. Não posso dizer que essa experiência na prisão foi totalmente negativa O isolamento me ensinou a amar as pessoas e a liberdade ainda mais, a apreciar ainda mais meus entes queridos, que me apoiaram todo esse tempo. Então, eu quero usar minha declaração final para agradecer às pessoas que me apoiaram: meus pais, minha esposa, e todos meus amigos mais próximos.

Gostaria de destacar mais uma coisa, que eu nunca tive ideias terroristas, nem antes nem agora. Sinto muito pelo que eu fiz, e estou feliz que minhas atividades não causaram nenhum dano real a outras pessoas. Peço ao tribunal que não me castigue severamente. Isso é tudo.”

Apoiadores de Filinkov e Boyarshinov se reuniram hoje fora e dentro do tribunal para demonstrar solidariedade. Cantos de “liberdade aos presos políticos” e “antifascismo não é terrorismo” foram ouvidos no tribunal durante a leitura do veredicto.

Mais de 20 pessoas que participaram do protesto foram detidas. Esse número inclui três a quatro pessoas que tocaram tambores do lado de fora do tribunal, um homem que se acorrentou a uma cerca e acendeu um sinalizador, e Yana Sakhipova, a esposa de Boyarshinov, que foi detida dentro do tribunal.

No início deste ano, sete anarquistas russos também acusados de participação no grupo “Network” foram sentenciados por crimes terroristas com um total de 86 anos de prisão. As acusações foram amplamente criticadas como fabricadas e absurdas.

Encorajamos o apoio e a solidariedade aos antifascistas e anarquistas que foram torturados e presos pelo FSB. Aqui está como você pode ajudar:

• Doe dinheiro para a Anarchist Black Cross em Moscou via PayPal (abc-msk@riseup.net). Certifique-se de especificar que sua doação está destinada a “Rupression”.

• Divulgue sobre o caso “Network” também conhecido como o caso de “terrorismo” em Penza-Petersburgo. Você pode encontrar mais informações sobre o caso e artigos mais profundos traduzidos para o inglês neste site rupression.com

• Organize eventos solidários onde você mora para arrecadar dinheiro e divulgar a situação dos antifascistas torturados de Penza e Petersburgo.

• Se você tiver tempo e meios para projetar, produzir e vender mercadorias solidárias, por favor, escreva para rupression@protonmail.com.

• Envie cartas e cartões postais para os prisioneiros. Cartas e cartões postais devem ser escritos em russo. Você pode encontrar os endereços dos prisioneiros em rupression.com.

• Compartilhe notícias pelas redes sociais além da Rússia.

• Criar um cartão postal solidário que possa ser impresso e usado por outros para enviar mensagens de apoio aos prisioneiros. Envie suas ideias para rupression@protonmail.com.

• Escreva cartas de apoio aos prisioneiros e seus entes queridos via rupression@protonmail.com.

• Traduza os artigos e informações do rupression.com para outras línguas além do russo e do inglês, e publique suas traduções na mídia social e em seus próprios sites e blogs.

Tradução > Brulego

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/02/28/russia-o-que-foi-que-eu-fiz-para-que-eu-virasse-fascista/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/02/22/chamado-de-solidariedade-a-presos-e-presas-anarquistas-e-antifascistas-alvos-da-repressao-na-russia/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/02/18/russia-anarquistas-e-antifascistas-russos-condenados-entre-6-e-18-anos-de-prisao/

agência de notícias anarquistas-ana

Cresce a erva do tempo, devagar,
brota do chão
e me devora.

Thiago de Mello

Leave a Reply