[EUA] Antifascistas de Phoenix Pegam & Queimam Banners Fascistas, Fecham Evento Neo-Nazi

Relatório de ação de antifascistas e anarquistas na chamada Phoenix, Arizona.

Por volta das 02h00 do dia 29 de agosto, um antifascista avistou uma grande bandeira da Frente Patriota na ponte Longmore Rd. dos EUA-60 em Mesa, AZ. Estava voltado para o leste e leu “Famílias Fortes Nação Forte”. A Frente Patriota é um grupo nacionalista branco que se separou do Vanguard America, um grupo neonazista, pouco depois que Heather Heyer foi assassinada no ataque de Charlottesville, em 12 de agosto de 2017. Após ter sido descoberta, os antifascistas removeram a bandeira da PF em menos de uma hora. Acredita-se que o estandarte não estava em pé há muito tempo quando foi visto pela primeira vez.

Mais recentemente, o Folksfront Resistance, um grupo neonazista, planejou uma marcha em Phoenix no dia 16 de outubro, bem como deixou cópias de sua propaganda odiosa e fascista por perto. Enquanto a localização de seu encontro era inicialmente desconhecida, os antifascistas procuravam em partes comuns do vale para ver se conseguiam encontrar alguma coisa. De repente, FR anunciou que os membros iriam se reunir na Wesley Bolin Plaza perto do Capitólio do Estado e esta informação foi vazada para os antifascistas que então se mobilizaram rapidamente. Antifascistas avistaram um homem branco carregando uma bandeira no parque. Quando o supremacista branco foi questionado sobre o que era o banner ou que panfletos ele carregava, ele entregou uma cópia de um panfleto que dizia “Vidas Brancas Importam”. Uma discussão começou então imediatamente, terminando com a tentativa do neonazista de pular uma cerca num esforço para se retirar.

O conflito arrastou-se um pouco com este nazista que se recusou a receber a mensagem para sair dali pra fora. Enquanto isso, dois outros membros da Resistência Folksfront apareceram e ficaram à distância, parecendo muito assustados para intervir em defesa de seus companheiros nazistas, enquanto outro antifascista ficou de pé segurando uma espingarda. Eventualmente eles interviram e um deles também foi esmurrado. Como sua bandeira foi deixada para trás durante a briga, os antifascistas agarraram-na rapidamente e saíram com ela. Os três nazistas conseguiram deixar alguns adesivos em postes no parque que basicamente ninguém iria ver e já tinham sido retirados até segunda-feira. A Folksfront Resistance planeja voltar para uma ação no dia 13 de novembro.

No dia 17 de outubro, anarquistas e antiautoritários, muitos dos quais haviam sido presos no 17/10 do ano anterior, se reuniram solidariamente. Em 17/10/20, 18 pessoas foram violentamente presas pela Polícia de Phoenix enquanto participavam de uma ação de rua anti-polícia. Um grande júri indiciou 15 delas sob acusações de 1) conspiração para cometer agressão agravada a um policial com arma mortal ou instrumento perigoso, um crime de classe 2; 2) assistência a uma gangue criminosa de rua, um crime de classe 3; 3) motim, um crime de classe 5; 4) reunião ilegal, um delito de classe 1, e 5) obstrução de uma rua pública, um delito de classe 3. Como resultado, cada pessoa enfrentaria décadas na prisão. As acusações das gangues de rua tinham como objetivo criminalizar as táticas black bloc e anarquistas de forma mais geral, pois a acusação de gangue se baseava no fato de que o grupo estava A) vestindo preto (como é normal para as formações de black bloc), B) levava guarda-chuvas (uma ferramenta defensiva comum para proteger uns aos outros da polícia), e C) cantava “A.C.A.B. All Cops Are Bastards”. A polícia declarou que ACAB era o nome da gangue. As acusações contra todos os réus foram retiradas em fevereiro de 2021. Muitos dos porcos e promotores envolvidos foram desde então colocados em licença administrativa.

Em comemoração ao aniversário de 1 ano daquela noite, muitos se reuniram com as faixas apreendidas dos fascistas e as acenderam com uma fogueira que durou mais de uma hora. As faixas da Frente Patriota e da Resistência Folksfront foram queimadas, assim como uma bandeira Trump tirada de uma caminhonete. Como todos se reuniram no Parque Universitário no dia 17/10 do ano passado, um pouco de redecoração em solidariedade com a “Gangue ACAB” foi feita na entrada do parque este ano.

Que se fodam os nazistas, que se fodam os policiais, que se fodam os fascistas, e vamos manter esses fogos de resistência acesos!

Fonte: https://itsgoingdown.org/phoenix-antifascists-shut-down-nazis/

Tradução > solan4s

agência de notícias anarquistas-ana

Dias que se alongam —
Cada vez mais distantes
Os tempos de outrora!

Buson

Leave a Reply