[EUA] Fascistas falham em tentativa de perturbar a Feira do Livro Anarquista de Boston

Segunda-feira, 19 de novembro de 2018 – Boston, MA

Primeiramente, gostaríamos de agradecer a todos que falaram nas mesas, apresentaram e participaram da Feira do Livro Anarquista de Boston deste ano.

Bem, não a todos que participaram:

Cinco fascistas mascarados tentaram invadir a Feira do Livro Anarquista de Boston no domingo, 18 de novembro de 2018. Suas próprias máscaras foram estampadas com machados e flechas, os símbolos das organizações neo-nazistas Patriot Front e Vanguard America, da qual a primeira se separou ano passado.

Seus cantos incluíam “Sangue e Solo”, uma tradução direta de “blut and boden”, frase muito associada aos ultranacionalistas alemães e popularizada por Richard Walther Darré para o partido nazista, assim como “fronteiras fortes, nação forte”. Os participantes da feira de livros rapidamente se reuniram e impediram que os fascistas entrassem na sala de mesas, expulsando-os do prédio com gritos de “fora nazistas!”. O perigo físico e a invasão do nosso espaço foi impedido sem o envolvimento da polícia, que teria aproveitado a oportunidade para nos tomar como alvos também, ou a segurança do campus. Esta é a segunda vez nos dois últimos anos em que a Patriot Front tentou entrar em uma feira de livros anarquista e foi repelida pela ação coletiva (a outra sendo a Feira do Livro Anarquista de Houston em setembro de 2017).

Nós não queremos subestimar a severidade de neo-nazistas em plena luz do dia usando máscaras e tentando intimidar aqueles que eles vêm como uma ameaça à sua busca pela dominação. Nós, no entanto, não queremos que eles tenham sucesso em seus objetivos de intimidar a nós ou a nossos amigos, camaradas e apoiadores. Exibições abertas de retórica fascista devem ser levadas muito a sério, mas eles foram massivamente superados em número, incapazes mesmo de entrar na feira de livros, e afastados em questão de minutos. Nós demonstramos nossa habilidade de ficar juntos quando o momento exigiu isso. Como sempre, solidariedade é a nossa arma mais poderosa contra a ameaça fascista.

Como anarquistas, nós buscamos incorporar tudo o que os fascistas se opõem. Diante da supremacia branca, construímos solidariedade anti-racista, não apenas em oposição aos fascistas mas também contra todas as incorporações do colonialismo e do Estado carcerário. Diante do nacionalismo branco, declaramos nossa oposição ao Estado e trabalhamos para a auto-emancipação da classe trabalhadora internacional. Diante dos ataques a imigrantes e do fortalecimento das fronteiras, procuramos derrubar os muros que nos dividem e defender nossos amigos, familiares e membros da comunidade da deportação. Diante do patriarcado e da execução de normas hierárquicas de gênero e sexo, abraçamos o feminismo revolucionário e as possibilidades de liberdade que emergem da estranheza. Diante das crises do capitalismo e dos apelos à autoridade por proteção, lutamos por um mundo sem patrões ou políticos, sabendo que apenas nós podemos nos salvar. Este é o coração do antifascismo e nós nunca deixaremos a ameaça de capangas fascistas nos impeçam de amar e apoiar uns aos outros ou lutar por um mundo enraizado na liberdade e na igualdade. Nossos laços de solidariedade estão baseados em nossas lutas compartilhadas por liberdade. Não acreditemos nem por um segundo que os esforços para nos intimidar vão abalar esses laços, quanto mais quebrá-los: isso apenas os tornará mais fortes.

Coletivo organizador da Feira do Livro Anarquista de Boston

Fonte: http://bostonanarchistbookfair.org/2018/fascists-fail-statement

Tradução > sapat@

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/11/22/eua-neo-nazistas-rapidamente-expulsos-da-feira-do-livro-anarquista-de-boston/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/10/18/eua-feira-do-livro-anarquista-de-boston-2018/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/09/30/eua-video-vanguard-america-tenta-invadir-a-feira-do-livro-anarquista-de-houston/

agência de notícias anarquistas-ana

Árvore sozinha
a primavera
me cobre de folhas

Ricardo Portugal

Leave a Reply