Manifestantes atacam antenas de TV durante protestos no Equador

Dezenas de manifestantes indígenas e ativistas atacaram centrais de transmissão de sinal de meios de comunicação durante a sexta-feira (04/10) em meio aos protestos contra o pacote econômico do presidente, Lenín Moreno.

Pelo Twitter, um grupo chamado Coletes Amarelos, em menção ao grupo francês, postou um vídeo do ataque.

A emissora equatoriana Ecuavisa postou que estava sem sinal em Ambato, uma cidade a cerca de 250 quilômetros de Quito, depois do ataque de grupos indígenas as torres. Outros meios de comunicação e rádio precisaram suspender as transmissões nas cidades vizinhas.

No sábado (05/10), o movimento indígena continuou com as manifestações e já fecharam diversas estradas pelo país.

A Conaie, maior organização indígena do país, emitiu comunicado no qual declara seu próprio estado de exceção nos territórios indígenas e ameaça capturar militares que se aproximem. Em anúncio no Twitter, defendeu a medida diante da “brutalidade e falta de consciência da força pública” e “exercitando seu direito à autodeterminação”.

Indígenas e camponeses continuaram bloqueando estradas neste domingo (06/10). Os protestos ocorreram em uma dúzia de províncias no Norte e no Sul  do país e nas fronteiras com a Colômbia e o Peru. O Coletivo Unitário Nacional de Trabalhadores, Organizações Indígenas, Sociais e Populares garantiu que continuará com os protestos e manteve a convocação para uma greve geral para o próximo dia 9 de outubro até que o presidente Lenín Moreno restabeleça o subsídio aos combustíveis.

Os protestos

As manifestações começaram na noite de quarta-feira (02/10) contra o aumento no preço dos combustíveis, após acordo feito do Governo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O presidente Lenín Moreno declarou estado de exceção no país, mas ainda assim os protestos continuaram. Na sexta-feira (04/10), a polícia e os manifestantes acabaram se confrontado nas ruas de Quito e outras cidades e cerca de 500 pessoas já foram presas.

Fonte: agências de notícias

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/10/07/por-favor-ajude-nos-a-que-o-mundo-saiba-o-que-acontece-no-equador/

agência de notícias anarquistas-ana

A lua fria —
Sobre o templo sem portão,
O céu tão alto.

Buson

Leave a Reply